Preço de wafers, células e módulos têm nova queda no mercado internacional

Primeiro boletim InfoLink Consulting de maio apontou quedas generalizadas no preço de insumos e componentes
Preço de wafers, células e módulos têm nova queda no mercado internacional
Preço de insumos e componentes caiu de forma geral desde o final do último mês. Foto: Freepik/Reprodução

Acompanhando a tendência que vem desde o mês de março, o preço de venda de wafers, células e módulos fotovoltaicos continuam caindo no mercado internacional. 

Isso é o que diz a InfoLink Consulting, que publicou seu boletim semanal pela primeira vez desde a semana do dia 24 de abril, devido ao feriado do Dia do Trabalhador em 1º de maio.

De acordo com a consultoria, os wafers do Tipo-P de 182 mm foram os que registraram as maiores quedas: cerca de 6,3% em relação ao boletim do dia 24 de abril. O preço caiu de US$ 0,205 para US$ 0,192 no período.

Já em relação aos wafers de 210 mm do Tipo-P a queda também foi significativa: de US$ 0,262 para US$ 0,249, o que representou uma redução da ordem de 5% em seu preço. 

“Apesar do excesso de demanda, que tem levado a essa redução, o planejamento de produção dos wafers se manteve próximo do que foi o mês de abril, na casa dos 66 GW”, destaca a Infolink Consulting.  

Células

Outro componente que sofreu uma flutuação em seu preço foram as células fotovoltaicas. Em mercados fora da China, as células do tipo-P de 182mm tiveram seu preço reduzido em 8,3%, de US$ 0,048 para US$ 0,044/W. 

Ao mesmo tempo, as células de tipo-N oscilaram 11,7%, de US$ 0,06 para US$ 0,053. “Os planos de produção para o mês de maio são de 68 GW, com a tecnologia de Tipo-N dominando com um aumento da fatia de mercado de 68% para 72%”, destaca o boletim. 

Módulos

O relatório também indica que os preços dos módulos fotovoltaicos de tecnologia PERC caíram cerca de 4,3% desde o dia 24 de abril, deixando de serem comercializados a US$ 0,115 para ser vendidos a US$ 0,11/W no mercado internacional. 

Para a próxima semana, a consultoria estima que o preço da tecnologia registre uma queda de cerca de 3%. “Já os módulos TOPCon variaram bastante de região para região. Na Austrália, Europa, EUA, Brasil e no Oriente Médio ficaram na faixa de US$ 0,11/W até US$ 0,13/W”, informa o boletim. 

Polissilício

O preço do insumo na China é outro que continua em queda. Nesta semana o polissilício granular teve seu valor de venda médio na casa dos 41 RMB (Yuan), cerca de US$ 5,67. Enquanto isso, seu valor em pedaços está em RMB 44, pouco mais de US$ 6,00.

Com esta atualização, o custo de venda está caindo para níveis iguais aos custos de fabricação. Com isso, produtores estão ficando preocupados que preços abaixo de US$ 5,54 vão atrapalhar as operações.

Alguns fabricantes já trabalham com a possibilidade de paralisações e cortes de produção. A consultoria indica que o inventário do insumo deve crescer no segundo e terceiro trimestres, aumentando a pressão das vendas.

Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Imagem de Frederico Tapia
Frederico Tapia
Estudante de jornalismo pela UNESP do campus de Bauru. Possui experiência em produção de matérias jornalísticas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal