2 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Programa federal levará energia limpa e renovável a 70 mil famílias

Governo estima que o programa contribua para a implementação de diversas políticas públicas

Autor: 19 de fevereiro de 2020julho 27th, 2021Brasil
2 minutos de leitura
Programa federal levará energia limpa e renovável a 70 mil famílias

Mais de 70 mil famílias serão beneficiadas com o programa do governo federal Mais Luz para a Amazônia, lançado no começo deste mês.

O objetivo é levar energia limpa e renovável à população de regiões remotas dos estados que compõem a Amazônia Legal: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Tocantins e Maranhão, e que ainda não têm acesso à energia elétrica.

O serviço será oferecido por meio da tecnologia de painéis fotovoltaicos. A expectativa do governo é que o projeto contribua para o desenvolvimento social e econômico das comunidades, que são, em sua maioria, ribeirinhas, indígenas e quilombolas.

A medida deve favorecer as comunidades que vivem essencialmente da pesca, da produção de farinha e da extração de castanhas e frutas oriundas da Floresta Amazônica, já que esta população poderá desenvolver atividades produtivas que irá contribuir para o aumento da renda familiar e para a melhora da qualidade de vida deles. 

Além disso, o governo espera que o programa contribua para a implementação de diversas políticas públicas, como construção de postos de saúde e escolas. Já no âmbito ambiental, a iniciativa visa reduzir o consumo de combustível fóssil, auxiliar na fixação das comunidades tradicionais e na preservação ambiental e contribuir no cumprimento dos compromissos do Brasil nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 2030 (ODS 2030) da ONU (Organização das Nações Unidas).

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.