Rede de farmácia estima economia de R$ 4,4 milhões com energia solar

A implantação de três usinas fotovoltaicas trará economia de aproximadamente R$ 4,4 milhões anuais, em gastos com energia elétrica para uma rede de farmácias paulista.

As três plantas vão atender 220 lojas instaladas nas áreas de concessão da CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) e da Elektro. Cada unidade terá uma economia estimada em R$ 20 mil anuais. 

Segundo a Solarian Energy, empresa responsável pelo projeto, as usinas devem ser finalizadas  no início de 2021, sendo responsáveis por aumentar a geração de energia em mais de 21.454 MWh anuais. Além disso, a emissão de 1.580 toneladas anuais de CO₂ devem ser evitadas.  

Ainda de acordo com a Solarian, serão utilizados cerca de 25.300 módulos Risen de 410 W e 50 inversores Huawei de 160 kW, além de estruturas móveis da STI Norland. 

“Serão três usinas, nas cidades de Andradina, Guarantã e Pirangi, totalizando 10,4 MW de potência total”, explica Edgard Franco, CEO da Solarian.

“Estamos muito satisfeitos de poder celebrar mais esta conquista. A contratação dessas três obras representa mais um passo importante da empresa na busca de seu objetivo de melhorar a infraestrutura elétrica do país, e diminuir o impacto da geração de energia no meio ambiente”, completou Franco.  

Segundo a empresa, os empreendimentos vão demandar investimentos de cerca de R$ 38 milhões, que serão feitos em parceria com um fundo estrangeiro. A previsão é que isso aumente a capacidade de geração de energia da Solarian em 65%.

 

{loadmoduleid 328}

{loadmoduleid 247}

{rfbcomment}100%{end-rfbcomment}

Imagem de Redação do Canal Solar
Redação do Canal Solar
Texto produzido pelos jornalistas do Canal Solar.

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal