27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Romagnole lança novas estruturas para geração fotovoltaica

Conceito de montagem inédito no país facilitará o trabalho dos instaladores e reduzirá custos dos projetos

Autor: 1 de julho de 2021Brasil
Romagnole lança novas estruturas para geração fotovoltaica

A Romagnole apresentou na manhã desta quinta-feira (1) suas novas linhas de estruturas para geração de energia fotovoltaica: a Pratic Lite e a Pratic Pro.

Segundo a empresa, os novos modelos trazem uma série de inovações, com um conceito inédito de montagem dos sistemas e representam uma revolução para o segmento.

Os novos modelos incluem estruturas para geração em solo e telhado e contam com diferenciais que facilitam o trabalho dos instaladores e reduzem o tempo de montagem, diminuindo assim os custos de instalação.

As novidades apresentadas foram desenvolvidas a partir de referências internacionais e de estudos técnicos feitos pelas equipes de Marketing e Engenharia de Produto da Romagnole. “Buscamos conhecer melhor a realidade dos instaladores no dia a dia e aprimoramos diversos aspectos que vão facilitar o trabalho deles em campo”, explica o gestor de produto André Fonseca.

Antes de colocar definitivamente os novos produtos no mercado, a Romagnole realizou uma série de testes em laboratórios de referência. Todos os ensaios realizados confirmaram a conformidade dos produtos com as normas vigentes, bem como sua eficiência e segurança.

Uma das novidades apresentadas pela empresa é que as novas estruturas Pratic Lite e Pratic Pro possuem o formato dos perfis “H” e “plano”. De acordo com a Romagnole, por serem mais leves e mais resistentes do que os usados normalmente, elas fazem com que o trabalho de montagem dos sistemas exija menos esforço físico dos instaladores.

Romagnole apresenta novas linhas para o mercado fotovoltaico

Romagnole apresenta novas linhas para o mercado fotovoltaico

Ainda segundo a empresa, esta característica também impacta positivamente no valor do frete, contribuindo para a melhora na competitividade do distribuidor ou integrador.

Pensando em melhorar as condições de trabalho dos profissionais que montam sistemas de geração, a Romagnole desenvolveu um novo formato para as emendas do perfil. Além de mais prático, o componente garante a resistência necessária para não comprometer a ancoragem dos equipamentos.

Outro detalhe inédito das novas estruturas Romagnole são os clamps de fixação das placas fotovoltaicas. Ao invés dos tradicionais “mid-clamp” (para a conexão entre as placas) e “end clamp” (aplicado nas bordas), essas linhas utilizam um dispositivo modelo único, que se destaca pela versatilidade. O “dual camp” exerce as duas funções, sendo facilmente ajustado pelo instalador de acordo com o ponto onde será aplicado.

Além de contemplar fixadores para todos os tipos de telhados, as estruturas Pratic Lite e Pratic Pro contam com estruturas de solo que podem receber placas de geração convencional ou bi-facial e conjuntos com quatro, oito, doze módulos e até 24 módulos (esta última disponível somente na versão Pratic Pro).

Na linha Pratic Pro um dos grandes diferenciais é a forma de fixação dos módulos, que é feita sem o uso de parafusos e nem de ferramentas. Esta tecnologia é exclusiva da marca Romagnole. Ela garante fixação perfeita, sem nenhum jogo e os próprios fixadores exercem a função de aterramento, dispensando outros tipos de acessórios. 

Para facilitar ainda mais a instalação, os fixadores foram desenvolvidos de uma forma que podem ser acoplados aos perfis por baixo da estrutura. Com isso, não há necessidade do instalador se apoiar sobre os módulos causando o risco de danificá-los.

Segundo a Romagnole, este conjunto de inovações faz com que o tempo médio de instalação de cada módulo seja de apenas 30 segundos e, uma vez instalado, não há necessidade de revisões ou correção no torque dos dispositivos de fixação. 

O kit fornecido pela empresa inclui a chave para desconexão, caso seja necessário remover alguma das placas. Neste caso, mesmo havendo a descontinuidade dos módulos, o sistema de aterramento permanece ativo.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.