RZK Energia e RaiaDrogasil ampliam parceria para produção de energia renovável

Mais de 600 farmácias da rede serão abastecidas com energia gerada a partir de usinas fotovoltaicas e de biogás
RZK Energia e RaiaDrogasil ampliam parceria para produção de energia renovável
Foto: Divulgação

A RZK Energia e o Grupo RaiaDrogasil firmaram um acordo para ampliar o fornecimento de energia limpa para mais de 600 farmácias da rede nas capitais de São Paulo, Paraná e Santa Catarina. 

A energia elétrica será gerada a partir de usinas de GD (geração distribuída) e com produção realizada próximo ao centro do consumo, reduzindo custos e evitando perdas técnicas nos processos de distribuição e de transmissão.

Das cinco usinas previstas, quatro já estão em operação ou em fase final para operação. As unidades somam uma geração anual de 36,4 GWh, proveniente da fonte solar e do biogás, produzido a partir de aterro sanitário.

Uma das usinas de energia solar fica localizada em Céu Azul (PR), com capacidade instalada de 4,26 MW. Outras duas entrarão em operação neste segundo semestre, sendo uma delas localizada na cidade de Guatambu (SC) e a outra em Embu Guaçu (São Paulo). 

Segundo a RZK Energia, as usinas de GD devem evitar a emissão de mais de 1,5 mil toneladas de CO₂ por ano, o equivalente ao plantio de 9,2 mil árvores. 

Ricardo Valente, Diretor Comercial da RZK Energia, destaca que o investimento privado em fontes de energia limpa contribui não apenas para a adoção de uma matriz renovável, mas também na criação de empregos e geração de renda para diversas famílias. 

“Quem adota o modelo de GD, além de reduzir perdas elétricas e minimizar os impactos ambientais, também está ganhando agilidade para o atendimento de suas demandas e a confiabilidade na geração de energia, já que esse modelo conta com fontes próprias de fornecimento”, explica o executivo. 

Objetivos

Desde 2021, a RaiaDrogasil conta com compromissos públicos associados à sua estratégia de sustentabilidade. Dentre eles, o de ter 90% de suas unidades próprias consumindo energia elétrica de fontes renováveis até 2030. 

Hoje, a rede contempla no projeto a implantação de 68 usinas de geração distribuída, com geração fotovoltaica, PCH (pequenas centrais hidrelétricas) e biogás, que ficarão distribuídas por todo território nacional até o final do projeto. 

Atualmente, são 1.892 farmácias conectadas às usinas de GD, representando 67% da rede de farmácias da rede. Além dos benefícios ambientais, a companhia também se beneficia com uma redução de custo de 20%, em média, frente ao mercado cativo de energia.

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal