Shell supera 1,1 GW em outorgas de energia fotovoltaica em MG

A Shell registrou 511 MW em novos pedidos de outorga para instalação de usinas solares fotovoltaicas em Minas Gerais. Com isso, a empresa soma 24 pedidos que representam 1,1 GW de potência no estado mineiro. Todas são para produção independente.

De acordo com a Shell, foram registrados na ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) a solicitação de 11 novos projetos na cidade de Arinos (MG). O novo pedido prevê a instalação do complexo solar Draco, sendo 10 plantas com potência instalada de 48,7 MW e uma com 24 MW de potência. 

A empresa já tinha registrado dez usinas fotovoltaicas no município de Várzea da Palma. Cada projeto tem potência instalada variando de 46 MW até 49 MW e, juntas, somam 467 MW. 

Em abril, a Shell também pediu a outorga para implementar três plantas fotovoltaicas, com 50 MW cada, em Brasilândia de Minas, que fica a 500 km de Belo Horizonte, batizadas de Aquarii I, II e III.

Minas Gerais está consolidada como a principal aposta da Shell para geração de energia solar fotovoltaica.

{loadmoduleid 328}

{loadmoduleid 249}

{rfbcomment}100%{end-rfbcomment}

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal