26 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Sistema FV é atingido por incêndio em fábrica de Minas Gerais

O incidente aconteceu em uma indústria de calçados, em Patos de Minas; ninguém se feriu

Autor: 18 de fevereiro de 2022Brasil
Sistema FV é atingido por incêndio em fábrica de Minas Gerais

Chamas se alastraram no sistema fotovoltaico instalado na fábrica. Foto: PastosHoje

Na última terça-feira (15), um incêndio atingiu uma fábrica de calçados no Bairro Nova Floresta, em Patos de Minas (MG).

As chamas se alastraram por volta das 12h na Indústria de Calçados Patureba, uma das mais tradicionais da região, e às 16h a situação já estava controlada. O fogo atingiu, aproximadamente, 600 dos 2,3 mil m² do prédio.

A suspeita é que as chamas teriam se iniciado após uma falha em um painel fotovoltaico. Em entrevista ao Canal Solar, o cabo Thiago Joaquim, do 12º Batalhão de Bombeiros Militar de Patos de Minas, disse que o fogo provocou rachaduras no telhado e parte da estrutura cedeu. Não houve feridos.

Ainda de acordo com o cabo, o empreendimento não possuía AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros). “Ou seja, não tinha todos os meios para a prevenção de incêndio e pânico”, ressaltou.

O Canal Solar tentou contato com a empresa e com a Polícia Civil para obter mais detalhes sobre a perícia, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Fábrica de calçados fica destruída após incêndio. Foto: Corpo de Bombeiros

Fábrica de calçados fica destruída após incêndio. Foto: Corpo de Bombeiros

Como evitar incêndios em projetos de energia FV

Em entrevista exclusiva ao Canal Solar, o capitão Richard Birt, bombeiro que trabalhou durante 30 anos no Las Vegas Fire and Rescue e fundador do SAFE (Solar And Fire Education), deu dicas sobre como evitar incêndios em projetos solares.

Ao longo da conversa, o bombeiro destacou a importância da capacitação das empresas e das lições que o Brasil pode aprender com os Estados Unidos. Clique aqui e acesse a notícia completa.

Leia também
Causas e efeitos da corrente reversa nos módulos fotovoltaicos
Proteção contra arco elétrico nos inversores fotovoltaicos
Incêndio em sistema FV em GO reforça a necessidade de empresas de instalação capacitadas

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

2 comentários

  • Eduardo Gomes de Abreu disse:

    Um módulo solar entrar em curto, é uma situação em um milhão, não sei o que um laudo de Corpo de Bombeiros seria efetivo para evitar… assim como foi num painel poderia ser num quadro de força…. por sobrecarga ou defeito em algum outro componente.

  • MARCOS MENDES NOGUEIRA NOGUEIRA disse:

    Olá bom dia. Na minha empresa o meu inversor solar Renovigi de 60 kW pegou fogo. Na tarde do dia primeiro de dezembro de 2021, após uma manhã chuvosa, por volta de 14 HS, quando o sol estava muito forte, parece ter havido um curto circuito no equipamento provocando grandes chamas e colocando em risco minhas instalações. Felizmente tenho brigadistas treinados que conseguiram evitar o pior. Imaginem se fosse no fim de semana quando não há expediente no local. Até hoje, 18/02/2022, não tive resposta da fabricante sobre o equipamento que encontrava-se ainda em garantia. Felizmente a empresa que executou meu projeto instalou um inversor próprio para que eu não ficasse sem geração. Mesmo assim fiquei mais de 15 dias sem gerar em dezembro passado. Lamentável.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.