16 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,2W

Solax Power busca a regulamentação de inversores híbridos no Brasil

A fabricante recebeu o Red Dot Award 2021 de Design com o sistema de armazenamento X-ESS G4

Autor: 2 de junho de 2021agosto 8th, 2022Brasil
Solax Power busca a regulamentação de inversores híbridos no Brasil

A possibilidade de uma regulamentação para inversores fotovoltaicos híbridos no Brasil já não está tão distante. Pensando nisso, a fabricante de inversores Solax Power está estudando e acompanhando a movimentação do mercado fotovoltaico brasileiro quanto à regularização junto ao INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

“No Brasil ainda não há legislação específica para inversores híbridos, por esta razão estamos também buscando formalizar esse processo junto ao INMETRO para que, em um futuro breve sistemas, de armazenamento em baterias possam ser comuns em residências, comércios e indústrias”, afirmou Luiz Felipe Kern Ribeiro, Supervisor Comercial e Técnico da SolaX Power.

Ainda segundo Ribeiro, no momento em que houver legislação estabelecida para inversores híbridos no país, a SolaX Power irá adequar os seus produtos e terá estoque a pronta entrega no Brasil. O último lançamento internacional da empresa foi o X-ESS G4, um sistema de armazenamento de energia monofásico variando de 3 kW a 7,5 kW, e trifásico variando de 5 kW a 15 kW.

A estrutura do sistema de armazenamento é composta por um inversor X-hybrid G4, um X-Matebox e até quatro peças de Triple Power Battery 3.0. O sistema suporta operações on-grid e off-grid com no máximo 110% da saída AC e 150% da energia fotovoltaica superdimensionada.

Atualmente, a empresa possui as seguintes famílias de inversores Solax Power sendo comercializadas no Brasil através de alguns representantes: X1 MINI, X1 BOOST, X1 SMART, X3 PRO, X3 MAX, X3 MEGA e POCKET WIFI/LAN.

“Estamos certificando todos eles através de um dos laboratórios autorizados pelo INMETRO aqui do Brasil ao invés de realizar os testes fora do país. Assim, evitaremos mal entendidos na interpretação das leis vigentes no mercado nacional”, explicou Ribeiro.

O executivo também comentou que a empresa está investindo na pesquisa de inversores voltados para grandes usinas geradoras. “Já estamos com projetos para apresentar ao mercado em breve inversores mais potentes com algumas faixas entre 60 kW – 250 kW. Além de nossas frentes atuais, buscamos novas parcerias comerciais junto ao mercado nacional. A expansão da marca no Brasil é um grande foco nosso, queremos agregar ainda mais nesse setor que está em plena ascensão”, completou.

Red Dot Design Award 2021

Recentemente a Solax recebeu o Prêmio Red Dot 2021 na categoria de Design de Produto, com o X-ESS G4, sistema de armazenamento de energia residencial. O Red Dot Design Award é uma premiação alemã de design internacional concedida pela Red Dot GmbH & Co. A competição é organizada todos os anos para avaliar e reconhecer os melhores produtos em todo o mundo.

Segundo a fabricante, o design simplificado e elegante do equipamento pode minimizar o tempo que leva na instalação do sistema. “Geralmente, a instalação precisa de dois ou três instaladores, levando em média de três horas para concluir a instalação de um sistema híbrido, no entanto, é necessário apenas uma pessoa para concluir a instalação do X-ESS G4 em 30 minutos”, disse em nota.

O equipamento permite a instalação ao ar livre ou em plataformas externas, já que o sistema é classificado com IP 65, sendo vedado contra poeira, areia, umidade e água.

Giuliana Olivieri

Giuliana Olivieri

Atuou como produtora de programa de entrevista na Rádio Brasil Campinas, além de elaboração de reportagens diárias, edição de áudio e vídeo. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico, cobrindo a editoria de Mercado e Negócios. Graduanda em Jornalismo na PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.