TIM terá mais de 130 usinas em operação até o fim do ano

Consumo proveniente de empreendimentos renováveis de GD representará quase 60% da matriz energética da operadora 
TIM terá mais de 130 usinas abastecendo suas operações até o fim do ano 
TIM já opera com 100% de energia limpa desde 2021. Foto: Bnamericas/Reprodução

O projeto de GD (geração distribuída) da TIM, criado em 2017 e que promove o abastecimento da rede com a utilização de usinas de energia renovável arrendadas de parceiros, responderá por 59% do consumo total da operadora de telefonia até o fim do ano.

Ou seja, quase 60% da energia utilizada pela empresa será oriunda de fontes limpas, como solar, hídrica, biogás, gerada a partir de 132 usinas em 25 estados brasileiros. A informação foi divulgada pela companhia, em comunicado enviado à imprensa.

Em dezembro de 2023, a empresa de telefonia havia atingido a marca de 100 empreendimentos de GD.

Segundo Bruno Gentil, VP de recursos corporativos da TIM, a estratégia de apostar na geração própria de energia é ótima para as ambições da marca, que tem como meta zerar as suas emissões de carbono até 2040. 

“Temos uma eficiência importante ao focar nas fontes renováveis, ao mesmo tempo em que reafirmamos nosso posicionamento de contribuir com a preservação dos recursos naturais e reduzir o impacto no clima. É essencial que empresas do porte da TIM liderem esse movimento, estimulando outras organizações e fomentando a produção de energia limpa no setor elétrico brasileiro, gerando um círculo virtuoso para toda a sociedade”, disse ele. 

As novas usinas previstas para 2024 são, em sua maioria, de fonte solar e ficarão nos estados da Bahia, Sergipe, Paraíba, Rio Grande do Norte, Tocantins, Ceará, Maranhão, Pará, Roraima, Amazonas, Rio de Janeiro, São Paulo, Espírito Santo e Goiás. 

Com a expansão, a produção chegará a 405 GWh no final de dezembro de 2024, um crescimento de 23% em relação ao ano passado. 

A TIM destaca, em seu comunicado, que já opera com 100% de energia renovável, complementando a produção oriunda das usinas com aquisição no Mercado Livre de Energia e compra de certificados de energia renovável.

Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal