28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Trina aumentará produção de painéis de 500 W e 600 W em 15 GW até 2023

A estimativa é que o projeto custe aproximadamente 3 bilhões de yuans (R$ 2,5 bilhões)

Autor: 1 de outubro de 2020outubro 28th, 2020Brasil
Trina aumentará produção de painéis de 500 W e 600 W em 15 GW até 2023

A Trina Solar, fabricante mundial de módulos fotovoltaicos, anunciou que vai ampliar sua capacidade de produção de painéis solares em 15 GW.

A estimativa é que o projeto custará por volta de 3 bilhões de yuans (R$ 2,5 bilhões), dos quais 1,5 bilhão de yuans (R$ 1,2 bilhão) serão utilizados na compra de equipamentos.

Segundo a fabricante, a construção deve começar ainda neste ano e será finalizada em 2023.

Para isso, a empresa assinou um acordo de cooperação e investimento com o Comitê de Administração da Zona de Desenvolvimento Industrial de Alta Tecnologia Nacional de Changzhou, na China.

A Trina planeja atualizar todas as suas linhas e tecnologias de fabricação, construir uma base de produção dos painéis de potência e eficiência ultra-altas e usufruir das vantagens industriais do parque de alta tecnologia de Changzhou.

Com isso, irá ampliar sua capacidade com base na experiência acumulada em novos produtos de energia, design, construção e serviços de operação e manutenção, aproveitando o crescimento contínuo do mercado fotovoltaico global e o uso da IoT (Internet of Things), Big Data, computação em nuvem e inteligência artificial no setor de energia.

Dentro da indústria fotovoltaica, a empresa promove os painéis de potência ultra-alta feitos com células de grande escala. Além disso, busca difundir as vantagens de módulos com as células de 210 mm.

A nova linha com capacidade para 15 GW produzirá a série de módulos Vertex, composta por painéis de potência ultra-alta de 500 W e 600 W.

A fabricante já havia divulgado a previsão de uma capacidade total de produção de células de 26 GW até o fim de 2021, dos quais 70% deveriam ser representados por células 210 mm.

Ademais, a Trina também já tinha anunciado que toda a ampliação na capacidade de produção de módulos, a ser construído a partir da segunda metade deste ano, será dedicada a painéis de potência ultra-alta, com a capacidade total de produção prevista a alcançar 22 GW até o final de 2020 e por volta de 50 GW até o final de 2021.

Trina inicia produção em massa de seus painéis de 550 W

A Trina Solar divulgou ainda que iniciou a produção em massa de seus módulos de ultra-alta potência de 550 W Vertex em Yancheng, província de Jiangsu.

De acordo com a empresa, a fábrica está equipada com infra-estrutura e instalações industriais avançadas e sistemas operacionais altamente automatizados e inteligentes.

Segundo a Trina, os painéis de 550 W contêm três tecnologias avançadas importantes: design de barramentos múltiplos, corte não destrutivo e embalagem de alta densidade.

A produção do painel de 550 W é um marco, de acordo com a fabricante, que anunciou, em julho deste ano, o módulo comercial Vertex de 600W+, o primeiro do mundo que rompeu a barreira dos 600 W de potência.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.