21 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,80GW

Universidade Federal do Amapá investe em energia fotovoltaica

No total, serão instalados 1.584 painéis da BYD em frente ao prédio do Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas

Autor: 18 de agosto de 2020outubro 2nd, 2020Brasil
Universidade Federal do Amapá investe em energia fotovoltaica

Cada vez mais instituições públicas estão investindo em projetos de eficiência energética. A UNIFAP (Universidade Federal do Amapá), por meio da Comissão do Programa de Implantação Institucional de Energia Solar, irá instalar 1,39 MWp por meio de usinas fotovoltaicas.

A estimativa é que a UNIFAP produza, de forma autônoma, 167.328 kWh por mês, representando uma redução estimada de 29% na conta de luz do campus.

As plantas serão conectadas à rede de média tensão da CEA (Companhia Eletricidade do Amapá), através do sistema on-grid que distribui o excesso produzido para a rede elétrica estadual. 

No total, serão instalados 1.584 painéis da BYD em frente ao prédio do DCET (Departamento de Ciências Exatas e Tecnológicas) e cerca de 2.500 módulos nos telhados de prédios da UNIFAP.

Universidade_Federal_do_Amapá_painéis.jpgA UNIFAP recebeu, neste mês, a primeira remessa de painéis fotovoltaicos da BYD

De acordo com Júlio César Sá de Oliveira, reitor da universidade, a iniciativa visa implementar programas de sustentabilidade ambiental, bem como promover ações para a comunidade institucional através da redução e reutilização de recursos e energia.

A instalação dos painéis fotovoltaicos está prevista para o último trimestre de 2020.

 

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.