Usina solar do centro de distribuição da Nike no Brasil gera 80% da própria demanda por energia

No centro de distribuição são adotadas ainda iniciativas como coleta seletiva de resíduos, reuso de água
2 minuto(s) de leitura

A principal central logística da Nike no Brasil está produzindo 80% da própria demanda por energia. Em operação desde o primeiro trimestre deste ano, a usina fotovoltaica do CD (centro de distribuição) da empresa, localizado em Louveira (SP), conta com uma potência de 785 kW e gera, em média, 100 mil kWh por mês. É o maior potencial em um empreendimento logístico do país.

O CD de Louveira é o hub logístico da Nike no Brasil, sendo responsável pelo abastecimento de varejistas e lojas próprias em todo território nacional. A central possui 26.700 m² de área construída, com mais de 50 mil posições paletes destinados à separação de cargas fracionadas.

A proposta técnica foi elaborada pela DHL Supply Chain, empresa especializada em armazenagem e distribuição, em parceria com a GLP, proprietária do imóvel. O objetivo foi atender às metas sustentáveis de redução de emissões da Nike.

No centro de distribuição são adotadas ainda iniciativas como coleta seletiva de resíduos, reuso de água e a utilização de carros elétricos para distribuição de produtos na Grande São Paulo – há, inclusive, um ponto de recarga no CD.

Ambas as organizações pretendem zerar suas pegadas de carbono nos próximos anos. A energia solar que será utilizada evitará a emissão de cerca de 630 toneladas de gases poluentes ao ano na armazenagem e movimentação de produtos.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal