29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Aldo Solar oferece descontos de até 15% em kits solares com nova remessa de módulos

Produtos já estão disponíveis a pronta entrega pela distribuidora, sendo todos de fabricantes com selo Triple A de qualidade

Autor: 19 de janeiro de 2024fevereiro 6th, 2024Mercado
3 minutos de leitura
Aldo Solar oferece descontos de até 15% em kits solares com nova remessa de módulos

Foto: Aldo Solar/Divulgação

A Aldo Solar recebeu, nesta semana, a chegada de uma nova remessa de módulos fotovoltaicos do mercado internacional e equalizou o preço dos equipamentos aos que já estavam nos estoques dos seus centros de distribuição. 

“É um preço médio, uma equalização do preço que tínhamos de estoque com a chegada dos novos materiais. Ou seja, internalizou e virou um estoque só”, disse Thiago Varanda, diretor comercial da companhia. 

Em razão disso, o executivo informou que a empresaestá comercializando kits fotovoltaicos por um preço mais competitivo no Brasil. “Estamos falando de descontos de até 15% no valor dos kits. É um volume bem grande de módulos subsequentes e um valor bem agressivo de descontos”, disse. 

Atualmente, a Aldo Solar trabalha somente com módulos, inversores e demais equipamentos fotovoltaicos de fabricantes com selo Triple A de qualidade. “Estamos trazendo uma solução financeira para o cliente. Ou seja, trazendo preços agressivos com produtos de grande qualidade”, comentou. 

Entre os módulos solares ofertados pela empresa estão equipamentos da JA Solar e Jinko Solar, com potências que variam desde 465 W até 575 W. Em inversores, a empresa conta com equipamentos fornecidos por companhias, como Growatt e Daye.

Varanda explica que todos os produtos já estão disponíveis a pronta entrega em todo território nacional, com uma gama diversificada de opções para os clientes, como soluções híbridas, para sistemas off-grid e on-grid, baterias e até mesmo para carregadores veiculares.  

Preço dos módulos devem subir em 2023?

A dinâmica do mercado solar está sendo sacudida por uma queda acentuada nos preços dos painéis solares provenientes de empresas chinesas ao longo do último ano. Um dos relatórios mais recentes da Wood Mackenzie revela que, em dezembro, o preço médio desses painéis atingiu apenas US$ 0,15/W. 

Em 2024, contudo, esses valores reduziram ainda mais, o que levou muitos integradores e profissionais do setor solar a se perguntarem sobre como deverá se comportar o preço da tecnologia ao longo do ano. 

De acordo com Varanda, a resposta para essa pergunta não é simples, pois depende de uma série de fatores. Contudo, por hora, o executivo acredita numa elevação dos preços no mês de fevereiro. 

“O que a gente entende é que o custo de produção já está num nível que nunca esteve anteriormente. Então, as empresas já sabem que não há mais como ter uma grande queda”, disse ele.

Segundo o diretor comercial da Aldo, entre os fornecedores de equipamentos, inclusive, já há uma perspectiva de aumento de preço em fevereiro, muito em razão da chegada do Ano-Novo Chinês, que historicamente, tende a elevar o custo dos equipamentos no mercado internacional. 

“Hoje de manhã (terça-feira), tive algumas reuniões com fornecedores. De três, dois falaram que no próximo mês já estão projetando aumentos, sobretudo por causa do Ano-Novo Chinês. Ou seja, é uma leitura de quem está na raiz da produção ”, destacou. 


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Um comentário

  • Marino José Marinho de Oliveira disse:

    Estou com uma empresa recém criada que vai alavancar com a cobertura de aproximadamente 600 metros quadrados de área coberta de painéis solares e tenho acompanhado Empresa Aldo Solar como a mais sólida do Brasil. Quando a coberta estiver pronta, pretendo entrar em contato com está empresa para comprar todo material necessário. EMPRESA MAR&NEW SOLAR LTDA.
    ENG. MARINO OLIVEIRA.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.