Alsol pretende dobrar capacidade de potência instalada em 2021

CTO da empresa disse que a expectativa é instalar cerca de 45 MW no ano que vem

A Alsol Energias Renováveis, empresa do grupo Energisa, anunciou que pretende dobrar a capacidade de potência instalada em 2021. O anúncio foi feito pelo CTO Gustavo Malagoli durante participação no podcast Papo Solar.

“No caso de 2020, por exemplo, instalamos cerca de 25 MWp. Já para o ano que vem, temos 15 projetos para colocar em funcionamento –  o que corresponderia por algo em torno de 45 e 48 MWp. Então, a nossa expectativa é muito boa”, comentou o executivo.

“Vamos continua trabalhando em novos produtos de armazenamento e Service Mobile Tess. Nós temos projetos desde hibridização de plantas – que utilizam o hídrico e biodiesel com solar, bem como fotovoltaico integrado em hidrelétrica flutuante – passando por essa questão do armazenamento de energia, que hoje é um caminho sem volta”, disse Malagoli.

O especialista ainda destacou que a empresa seguirá a tendência de crescimento do mercado de energia solar.“ O setor irá continuar expandindo cada vez mais, independentemente das mudanças de regulação que vão acontecendo. Acabamos de atingir, por exemplo, 4 GW, falando somente de GD (geração distribuída). Então, o segmento fotovoltaico é bastante promissor”.

O CTO da Alson ressaltou também que quando se olha do ponto de vista de tecnologia, o Brasil já está aplicando o estado da arte. “Temos o que há de melhor, em termos de equipamento, de técnicas e de geração. E acredito que temos muito espaço para crescer. Em breve, penso que vamos estar figurando entre os top 5 de países e seremos referência mundial”.

“Talvez demoramos um pouco em relação aos outros países. Em 2008, na Europa, já era uma muito comum a questão da energia solar fotovoltaica. No entanto, agora no Brasil a bandeira da sustentabilidade é mais forte do que nunca. As renováveis são uma tendência irreversível. Isso faz parte do nosso mundo, está em nosso comportamento, dos nossos filhos. E o mais legal é que está acontecendo em paralelo com as empresas e pessoas. Não há dúvidas, o consumidor quer a solar”, destacou.

Dicas para investir em solar

Durante o podcast, Gustavo Malagoli  deu algumas dicas para quem quer investir e trabalhar com energia solar. “São ‘N’ os modelos de negócios que podem ser feitos, por meio de uma plataforma de comercialização e distribuição. Mas, a gente não pode esquecer que, no final das contas, estamos falando de energia elétrica, estamos falando de segurança, então, qualquer empreendimento que você for fazer é necessário investir nisso e em capacitação”.

“Você tem que tirar o máximo que pode daquele sistema, com um estudo bem feito, mostrando para onde que tem que ser otimizado e como que tem que ser instalado. Portanto, invista em profissionais capacitados, não escolha sempre o mais barato, porque nem sempre o mais barato é o mais confiável e mais duradouro”, concluiu.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal