ANEEL autoriza implantação de 14 usinas fotovoltaicas no Nordeste

Todas devem entrar em operação comercial em até 36 meses

A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) autorizou, nesta terça-feira (11), a implantação de 14 novas usinas solares no Nordeste, totalizando 515,78 MW de capacidade.

As plantas, que serão construídas em Pernambuco e na Paraíba até 2023, receberam ainda descontos de 50% nas tarifas de uso do TUST (Tarifa de Utilização de Serviços de Transmissão) e TUSD (Tarifa de Utilização de Serviços de Distribuição).

O maior dos projetos outorgados é composto pelas usinas Dourado 1 a 10, de 40 MW cada, no município de Floresta (PE). O início da operação comercial do empreendimento está previsto para ocorrer em janeiro de 2022.

Em Pernambuco, também foram autorizadas as usinas Belmonte I e II, de 25 MW cada, na cidade de São José do Belmonte. A empresa responsável pela execução do projeto ainda não apresentou o cronograma de planejamento e, por isso, a ANEEL fixou o prazo limite de 36 meses para a entrada em operação.

Já na Paraíba, as plantas Lagoa I e Lagoa II, localizadas em São José da Lagoa Tapada, receberam aprovação de, respectivamente, 32,89 MW cada, totalizando 65,78 MW. Ambas deverão entrar em operação comercial em até 36 meses.

 

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal