ANEEL suspende a aplicação de mais três reajustes tarifários

A diferença nas receitas serão ajustadas e consideradas nos próximos processos tarifários das distribuidoras

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) suspendeu na terça-feira (14) os reajustes tarifários aprovados das distribuidoras Coelba (BA), Enel Ceará (antiga Coelce) e Cosern (RN).

Os novos valores entrariam em vigor no dia 22 de abril. Na semana passada outros três reajustes também tiveram a aplicação adiada.

A suspensão dos reajustes foi solicitada pelas próprias distribuidoras. Com a decisão da Aneel, as empresas continuarão cobrando as atuais tarifas até 30 de junho de 2020.

A diferença nas receitas serão ajustadas e consideradas nos próximos processos tarifários das distribuidoras. As contribuições das empresas à CDE (Conta de Desenvolvimento Energético), nesse mesmo período, foram reduzidas do valor diferido, devendo ser repostas à conta no segundo semestre deste ano.

Como fica

O reajuste da Coelba (BA), que vai ser aplicado a partir de 1.º de julho, será de 4,85% para consumidores de baixa tensão. Já para os consumidores de alta tensão, o reajuste será de 5,38%.

Para os consumidores da Enel Ceará, o reajuste será de 3,78% na alta tensão e de 4% na baixa tensão. Já para os consumidores da Cosern (RN), o aumento das tarifas será de 2,92% para os consumidores de baixa tensão e para os de alta tensão será de 4,72%.

Imagem de Ericka Araújo
Ericka Araújo
Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal