27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Apresentador de TV aposta em energia solar

Fabian Londero, jornalista da NSCTV, destaca a economia obtida após a instalação de um sistema fotovoltaico em casa

Autor: 30 de outubro de 2021novembro 22nd, 2021Brasil
Apresentador de TV aposta em energia solar

Jornalista Fabian Londero instalou em casa 12 painéis fotovoltaicos de 340 W, além de um inversor 3 K Plus

“É energia que vem do Sol, totalmente sustentável, e com economia no bolso”, destaca o jornalista Fabian Londero, ao celebrar os painéis fotovoltaicos que foram instalados na sua residência em Florianópolis (SC).

Apresentador e editor da NSCTV, ele identificou as vantagens na geração de energia sustentável e tomou a decisão de levá-la para dentro de casa.

Para suprir as necessidades de uso energético do dia a dia da família, o jornalista instalou no telhado da casa 12 painéis fotovoltaicos de  340 W, além de um inversor 3 K Plus.

“Através dessa fonte renovável, é possível atender a demanda de energia consumida pelos equipamentos elétricos da residência,” explica Jederson de Abreu, do time de Suporte Técnico da Renovigi Energia Solar.

Entusiasta da energia renovável, Londero revela que um dos motivos para a instalação foi sua preocupação com o meio ambiente, mas outra finalidade do sistema é a economia de energia e a diminuição de custos. “Já fiz os cálculos, e o tempo de retorno do meu investimento será de apenas quatro anos e meio, além de contar com uma garantia de 12 anos”, reforça Londero.

Segundo Jederson de Abreu, do time de Suporte Técnico da Renovigi, muitos confundem a estrutura de energia solar com aquecimento solar. Isso porque as placas de aquecimento solar, geralmente de cor preta, se parecem com os módulos fotovoltaicos. E ambos costumam ser instalados nos telhados das residências.

“O aquecimento solar é responsável por aquecer a água utilizada na residência, a exemplo de uma piscina ou chuveiro. Enquanto um sistema fotovoltaico, gera energia elétrica através da irradiação solar, que incide sobre os módulos fotovoltaicos, aqueles painéis azuizinhos, geralmente instalados no telhado. Através dessa fonte renovável, é possível atender a demanda de energia consumida pelos equipamentos elétricos da residência,” esclareceu Jederson.

O jornalista descreve algumas das vantagens de gerar a sua própria energia: “[Nosso sistema] capta a energia do sol e gera energia elétrica, devolvendo o excedente para a Celesc [Centrais Elétricas de Santa Catarina, companhia responsável pelo fornecimento de energia na região], já que agora sobra energia. Na minha conta de luz, pago somente os impostos, já que estou produzindo até mais do que consumo na minha moradia”.

O sistema fotovoltaico vai gerar ainda mais benefícios para Londero, como explica Nilson Carvalho de Souza, diretor da SA Engenharia, empresa responsável pelo projeto, a instalação e a documentação. “Agora vamos cadastrar o imóvel do Fabian para isenção de impostos, que é um direito previsto por Lei no estado para quem gera energia”, destaca.

Aline Guevara

Aline Guevara

Atuou como repórter para a VEJA Campinas, a editora Top.co e a revista Viva Saúde. Possui experiência como apresentadora, produção de vídeo, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o mercado fotovoltaico desde 2021. Jornalista graduada pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.