Atlas executa seu 1º projeto financiado em dólares para o setor de renováveis ​​do Brasil

É a primeira vez que um projeto brasileiro de energia fotovoltaica é financiado inteiramente em dólares americanos

A empresa britânica de energia renovável Atlas Renewable Energy anunciou que obteve um empréstimo de US$ 67 milhões junto ao BID Invest (Banco Interamericano de Desenvolvimento) e DNB Bank ASA, da Noruega, para financiar a construção de Jacarandá, um projeto de energia solar de 187 MWp localizado na cidade de Juazeiro (BA).

De acordo com a empresa, é a primeira vez que um projeto brasileiro de energia fotovoltaica é financiado inteiramente em dólares americanos.

A usina terá capacidade para gerar 440 GWh por ano e possui um contrato PPA (contrato de compra de energia solar) de 15 anos com a multinacional americana Dow.

Em comunicado, a Atlas destacou a abordagem inovadora de cada aspecto do projeto, que vai desde o uso de tecnologia de módulo bifacial, que melhora a eficiência da planta e reduz o uso do solo, até a interligação do projeto com a primeira subestação digital do Brasil, já instalada pela empresa na usina solar Ing. Manoel de Andrade, que fica ao lado de Jacarandá.

Maior PPA solar bilateral do Brasil

Em março deste ano, a Atlas Renewable Energy e a mineradora britânica Anglo American assinaram o maior contrato venda de energia solar no Brasil, a instalação da usina fotovoltaica Atlas Casablanca, com um investimento de R$ 881 milhões.

A planta, que a empresa desenvolverá em Minas Gerais, fornecerá à Anglo American cerca de 9 TWh durante a vigência do contrato, que terá 15 anos e começará em 2022. A usina terá capacidade instalada de 330 MW e mais de 800 mil módulos bifaciais.

Canadian assina 2 PPAs para projetos na Bahia

A fabricante Canadian Solar assinou dois contratos PPA: um para o parque fotovoltaico construído pela própria empresa em Minas Gerais e outro para um projeto no estado de Pernambuco. A capacidade total alcançará 274 MWp.

No estado mineiro a companhia desenvolverá e construirá um projeto de 152 MWp. As obras começarão em 2021 e devem chegar à operação comercial antes do final de 2022. Este é o primeiro PPA assinado diretamente entre a Canadian Solar e um cliente industrial no Brasil, estabelecendo um marco para a empresa nesse mercado. O contrato PPA será de 20 anos.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal