19 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

Banco do Nordeste amplia recursos para energia solar em residências

Instituição reservou R$ 186 milhões para 2023, um acréscimo de 28% em relação ao valor orçado em 2022

Autor: 28 de dezembro de 2022Financiamento
2 minutos de leitura
Banco do Nordeste amplia recursos para energia solar em residências

Nos últimos quatro anos, o BNB teve aplicações crescentes no segmento de energia solar. Foto: Imprensa BNB

O BNB (Banco do Nordeste) ampliou a disponibilidade de créditos para aquisição e instalação de sistemas de energia solar em residências. 

Para 2023, a instituição reservou R$ 186 milhões para projetos fotovoltaicos nos nove estados da região Nordeste – um acréscimo de 28% em relação ao valor orçado em 2022. 

O aumento ofertado tem relação direta com o aquecimento do mercado de energia solar no país e com a alta procura de pessoas físicas para instalação da tecnologia em suas casas. 

Ao todo, nos últimos quatro anos, o BNB registrou aplicações crescentes no segmento, superando, nesse ano, a marca de R$ 500 milhões em operações do gênero. Ao todo, foram mais de 15 mil famílias beneficiadas. 

As operações oferecidas são realizadas por meio da linha FNE Sol-Pessoa Física, que tem como principais atrativos as taxas de juros mais acessíveis, por contarem com recursos do Fundo Constitucional, e o prazo de pagamento, que pode ser de até oito anos, com até seis meses de carência.

Ao todo, o BNB calcula que somente os financiamentos do FNE Sol-Pessoa Física já foram responsáveis por evitar a emissão de quase 100 mil toneladas de CO2 por ano na atmosfera brasileira.

Além disso, a Instituição financeira calcula também que já gerou mais de R$ 75 milhões em tributos e mais de dois mil empregos indiretos com a energia solar – que, atualmente, é a terceira maior fonte da matriz nacional, atrás somente das energias hídrica e eólica. 

Para 2023, a expectativa é que a matriz solar fotovoltaica ultrapasse a fonte eólica e se torne a segunda maior do país, de acordo com projeções da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). 

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.