Brasil ultrapassa marca de 2 milhões de residências com energia solar 

Classe de consumo responde por quase 80% dos sistemas fotovoltaicos de GD instalados no país
Brasil ultrapassa marca de 2 milhões de residências com energia solar
Sistema de energia solar instalado no telhado de uma residência. Foto: Freepik

O Brasil atingiu, nesta sexta-feira (12), a marca de 2 milhões de sistemas de geração própria de energia solar instalados em imóveis residenciais, segundo dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) 

Ao todo, já são mais de 13,8 GW de potência instalada em telhados residenciais e que juntos beneficiam mais de 2,5 milhões de UCs (unidades consumidoras) abastecidas pela fonte solar em todo o país. 

Atualmente, a classe de consumo residencial já responde por quase 80% dos sistemas fotovoltaicos de micro e minigeração distribuída instalados em todo território nacional.

Em seguida vem as categorias comercial, rural e industrial, com 268,1 mil, 220,2 mil e 40 mil sistemas fotovoltaicos, respectivamente, conforme ilustra a imagem abaixo:

Fonte: ANEEL

De acordo com a ANEEL, o estado com o maior número de usinas de GD (geração distribuída) solar é São Paulo, com mais de 342 mil conexões estabelecidas em 100% de seus municípios. 

Rio Grande do Sul e Minas Gerais, com mais de 200 mil sistemas fotovoltaicos de GD solar, além do Paraná, Bahia e Rio de Janeiro (todos com mais 100 mil conexões residências) também são destaques na modalidade.

Expansão

Em fevereiro deste ano, o IBGE (Instituto Brasileiro de Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgou dados envolvendo a quantidade de domicílios que existem no país. 

Os números mostram que o Brasil conta com pouco mais de 72 milhões de domicílios, dos quais quase 60 milhões são do “tipo casa” – o que apenas evidencia que a GD solar ainda possui uma grande margem de crescimento no segmento residencial.

De acordo com Gustavo Tegon, diretor Institucional da BelEnergy e secretário de energia solar do INEL (Instituto Nacional de Energia Limpa), muitos imóveis ainda podem e devem ser explorados pelos profissionais que atuam no setor, principalmente pelos integradores.

“A energia solar se prova, mais uma vez, ser um investimento extremamente rentável e de acesso para todas as classes sociais no país. Atingimos essa enorme marca, sabendo que ainda temos milhões de unidades consumidoras para desenvolvermos novos projetos”, frisou ele. 


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Imagem de Henrique Hein
Henrique Hein
Atuou no Correio Popular e na Rádio Trianon. Possui experiência em produção de podcast, programas de rádio, entrevistas e elaboração de reportagens. Acompanha o setor solar desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal