24 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

Brasil Solar cria fundo para financiar construção de 38 usinas

Os projetos das novas plantas reduzirão em mais de 15 mil toneladas de CO2 por ano

Autor: 16 de setembro de 2022setembro 19th, 2022Brasil
2 minutos de leitura
Brasil Solar cria fundo para financiar construção de 38 usinas

Usina Avelar da Brasil Solar. Foto: Divulgação

A Usinas Brasil Solar realizou a estruturação de Fundo de Investimentos em Participação – Infraestrutura OBB BRASIL SOLAR (FIP-IE OBB Brasil Solar) para a construção de 38 usinas.

De acordo com a empresa, a primeira captação tem a meta de levantar aportes de R$ 400 milhões para a implantação de 57 MW de projetos, iniciando as obras no final do 2º semestre de 2022 e entrando em operação em 2023 e 2024.

Já na 2ª etapa, há previsão de uma nova rodada de captação em 2023 para viabilizar mais 65 MW de projetos, totalizando a captura de R$ 900 milhões em investimentos.

Neste mês de setembro, a companhia terá a entrada dos dois primeiros projetos dentro desse novo ciclo: O Avelar 1 e Avelar 2, cada um de 1 MW de potência, localizado na área serrana do Rio de Janeiro.

“O primeiro bloco de investimento se divide em usinas localizadas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais, regiões estratégicas por conciliarem tarifas de energia atrativas, benefícios fiscais e grande demanda por energia”, destacou a Brasil Solar.

Em termos de ganho ambiental, os projetos das novas plantas reduzirão em mais de 15 mil toneladas de CO2 por ano, o que é equivalente a mais de 55 mil árvores plantadas no mesmo período.

No total, cada sistema da empresa de 1 MW gera uma média de 1.800 MWh/ano. Considerando o primeiro bloco de projetos (57 MW), terão uma geração anual de 100.000 MWh, produzido por mais de 115 mil módulos fotovoltaicos.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.