4 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

BRDE investe R$ 1 bilhão em projetos fotovoltaicos

Montante acumulado é de janeiro de 2019 até o 1º semestre deste ano

Autor: 11 de outubro de 2022Brasil
3 minutos de leitura
BRDE investe R$ 1 bilhão em projetos fotovoltaicos

Veneto Gelato aderiu à energia solar com financiamento do BRDE. Foto: Volta Energia

O BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) anunciou que já investiu quase R$ 1 bilhão em projetos fotovoltaicos de janeiro de 2019 até o primeiro semestre deste ano. Só no Paraná, por exemplo, foram R$ 334 milhões.

“Tendo em vista a preocupação do mercado consumidor com as práticas ESG, as empresas com energia solar podem participar de negociações com grandes companhias, o que também resulta em um aumento de faturamento para elas, sinergia e uma parceria que se enquadra ao propósito do banco, o uso do crédito como um bem comum”, explicou Wilson Bley Lipski, presidente do BRDE.

As empresas Veneto Gelato, de Colombo, e Aquarius Panificadora e Confeitaria, de Curitiba, fazem parte daqueles que aderiram à energia solar com financiamento do BRDE.

Ao analisar as vantagens para instalar painéis solares em sua empresa, Ricardo Ehler, proprietário da Veneto, decidiu investir no projeto. “É uma conta fácil de fazer. Todo esse investimento durante o tempo de pagamento das parcelas reduz o consumo da rede elétrica e garante quase 20 anos de geração de energia, que não vai sair do bolso”, ressaltou.

Contratos renováveis do BRDE

Atualmente, em torno de 30% dos contratos de energia limpa e renovável do BRDE são para projetos de energia fotovoltaica. “A partir de 2018, a demanda por energia fotovoltaica aumentou bastante. Geralmente, quem investe são empresas que têm um gasto maior em energia, fazem esse investimento para redução de custo”, analisou Thaís Paola Grandi, gerente de Novos Negócios do BRDE.

Ela acrescentou que, além disso, o Banco do Agricultor Paranaense contribuiu para a maior procura no setor, bem como as políticas públicas de incentivo à sustentabilidade, que alguns municípios possuem.

Banco do Agricultor

De acordo com o governo do estado, o Banco do Agricultor Paranaense é um dos principais projetos públicos que visam sustentabilidade, redução de custos e competitividade no mercado para os produtores rurais paranaenses.

A Pasta, no caso, concede subvenção econômica aos agropecuaristas em diversas linhas, entre elas a instalação de equipamentos de energia solar, arcando com a totalidade ou parte dos juros.

Desde o seu lançamento, em abril de 2021, até agosto deste ano, a linha de energia renovável formalizou 875 projetos em instituições financeiras, em valor superior a R$ 150 milhões. Para estes, o governo assumiu o pagamento de R$ 37,7 milhões em juros.

Somente o BRDE financiou 272, totalizando R$ 35,8 milhões em novas placas espalhadas pelo Paraná. Nos projetos que deram entrada no BRDE, o estado quitou R$ 6,5 milhões com equalização.

“A energia é um insumo cada vez mais relevante nos processos agrícolas, representando boa parte dos custos da atividade, por isso o estado decidiu aproveitar essa fonte inesgotável e estimular a geração no próprio sítio”, disse Norberto Ortigara, secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.