Câmara de Santos aprova uso de energia solar em escolas públicas

Se a proposta for aprovada em segunda discussão, o projeto de lei será encaminhado, nas próximas semanas, ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) para sanção ou veto

As escolas públicas de Santos devem ganhar uma novidade que irá promover sustentabilidade e economia. A Câmara dos Vereadores aprovou um PL (projeto de lei) que prevê que as instituições de ensino usem energia fotovoltaica.

“Pretendemos começar pelas unidades escolares para depois propagar para todos os outros prédios públicos, que possuem um elevado consumo de energia. O uso da fonte solar propiciará uma economia financeira, além de produzirmos energia limpa e protegermos os recursos naturais”, disse o vereador Geonisio Pereira de Aguiar, o Boquinha (PL), autor da proposta.

De acordo com a prefeitura de Santos, atualmente, apenas a Unidade Municipal de Educação Prefeito Paulo Gomes Barbosa conta com um sistema fotovoltaico. A estrutura do edifício inclui painéis que permitem uma economia, em média, de 30% na conta mensal de luz.

Se a proposta for aprovada em segunda discussão, o projeto de lei será encaminhado, nas próximas semanas, ao prefeito Paulo Alexandre Barbosa (PSDB) para sanção ou veto.

Câmara investe em energia solar

A Câmara de Santos está se preparando também para aderir à captação e utilização de energia fotovoltaica. Durante a sessão ordinária da primeira discussão, o presidente da Câmara, Rui de Rosis (PSL), afirmou que espera que a implantação esteja finalizada antes do fim de setembro. O parlamentar afirmou que os gastos mensais devem reduzir de aproximadamente R$ 20 mil por mês para cerca de R$ 2 mil.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal