27 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Confea e Crea aprovam manifesto de apoio ao PL 5829/19

O manifesto favorável a proposta será encaminhado aos deputados e senadores

Autor: 19 de maio de 2021Brasil
Confea e Crea aprovam manifesto de apoio ao PL 5829/19

O PL 5829/19 (Projeto de Lei 5829/19) que visa a criação do Marco Legal da GD ganhou força nesta terça-feira (18). 

Isso porque o CP (Colégio de Presidentes) do sistema Confea/Crea/Mútua aprovou o manifesto de apoio a proposta que cria o Marco Legal da GD. Atualmente, o colégio reúne todos os presidentes dos Conselhos Regionais, Federal e da Mútua.

Durante a segunda reunião ordinária do colegiado em 2021, Rodrigo Sauaia, presidente da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), explicou aos presidentes a importância do projeto. 

Saiba mais sobre o PL 5829/19

O executivo destacou que os Creas da Região Norte e Nordeste já haviam manifestado apoio ao projeto. Com isso, o engenheiro civil Afonso Lins (Crea/AM), coordenador do Colégio de Presidentes, sugeriu que o colegiado se posicionasse. A medida foi acatada por unanimidade e ficou acertado que o CP vai encaminhar um manifesto favorável ao PL 5829/19 aos deputados e senadores.

No começo deste mês, o Confea, a ABSOLAR, a CNA (Confederação Nacional de Agricultura), a Proteste, entre outras instituições, estiveram reunidas com a bancada do partido Podemos na Câmara dos Deputados para entregar uma carta subsidiando os parlamentares acerca dos benefícios da geração própria de energia solar. 

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.