28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Confira dicas para uso eficiente da energia durante o verão

Uso racional dos equipamentos eletrônicos é essencial para controlar aumento no consumo de energia

Autor: 26 de dezembro de 2020Brasil
Confira dicas para uso eficiente da energia durante o verão

O verão começou no Brasil no dia 21 de dezembro e, consequentemente, as altas temperaturas estão elevando o valor da fatura de energia dos consumidores brasileiros, já que com o calor, aparelhos de ar-condicionado e ventiladores começam a ser mais utilizados, por exemplo.

Geladeiras e freezers também são mais exigidos. E, com as crianças em casa devido a suspensão das aulas por conta da Covid-19, pode aumentar ainda o consumo de energia com televisão e jogos eletrônicos.

Tendo em vista este cenário, a distribuidora de energia EDP Espírito Santo alerta que o hábito de consumo de eletricidade deve ser melhor observado, adotando medidas racionais para o uso dos equipamentos elétricos.

“As altas temperaturas provocam hábitos diferentes, já que para escapar do desconforto térmico as pessoas ligam por mais tempo ventiladores, bebem mais água gelada e lavam mais roupas, comportamentos que refletem diretamente no aumento do valor da fatura”, explicou Vilmar Teixeira de Abreu, gestor de Excelência ao Cliente da EDP.

Outro fator que está influenciando o consumo de energia é a pandemia da Covid-19. O isolamento social imposto pelo governo levou as famílias a passarem mais tempo em casa e trabalharem remotamente, fazendo assim com que o uso de aparelhos eletrodomésticos seja mais frequente.

“Orientamos o cliente sobre a importância de sempre avaliar e entender sua conta de luz. Na fatura, no campo de “Histórico de Faturamento”, é possível comparar o consumo mensal e o valor dos últimos 12 meses, e refletir sobre o seu comportamento e da sua família naquele período”, destacou Abreu.

Confira as dicas da EDP para o uso eficiente da energia:

  • O uso diário de ventiladores e aparelhos de ar-condicionado é necessário, mas em dias com temperaturas amenas prefira ligar o ventilador. O aparelho de ar condicionado consome mais energia. Se for usá-lo, coloque-o na temperatura 23 graus ou maior e programe para que ele desligue logo antes da hora de acordar;
  • Ventiladores e janelas abertas são a forma mais em conta para arejar um ambiente. Quando utilizados na velocidade média consomem menos que um ar-condicionado. Mas cuidado, um número excessivo de aparelhos ligados pode elevar consideravelmente sua conta;
  • Com o calor, hábitos do inverno devem ser deixados de lado. O chuveiro deve estar na posição “verão” ou, preferencialmente, desligado;
  • Desligue da tomada os equipamentos que usa esporadicamente. Sempre que deixar um ambiente, desligue a luz e faça uso da luz natural, abrindo bem janelas e cortinas;
  • A geladeira corresponde em média a 30% do consumo total de uma casa. Antes de abrir a geladeira pense no que precisa, ou seja, diminua o tempo que a porta ficará aberta.
  • A geladeira deve ficar longe de locais quentes, como próximo de locais que pegam sol ou do fogão. Não seque roupas atrás da geladeira e não guarde alimentos muito quentes. Faça sempre o degelo;
  • Com relação ao televisor é importante não deixar o aparelho ligado sem ninguém assistindo, assim como outros eletroeletrônicos que devem ser retirados da tomada;

Outras dicas que evitam o desperdício são:

  • Desligar o monitor do computador e programar a proteção de tela quando o equipamento não estiver sendo usado;
  • Substituir lâmpadas fluorescentes compactas por lâmpadas de LED, que são muito mais eficientes, ou seja, são econômicas e duram mais;
  • Juntar  o máximo de roupas e lavar de uma única vez, otimizando o uso da máquina de lavar; o mesmo vale para passar roupas. Quanto menos aparelhos ligados à tomada menos consumo de energia.
Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.