27 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Conta de luz mais alta afeta 90% dos brasileiros, segundo pesquisa

Ainda de acordo com dados do Ipec, 81% dos entrevistados quer ampliação de energias renováveis

Autor: 4 de janeiro de 2022Brasil
Conta de luz mais alta afeta 90% dos brasileiros, segundo pesquisa

Segundo a pesquisa, 22% reduziram a compra de alimentos básicos para manter a casa com energia. Foto: Elements

*Com colaboração de Henrique Hein

A conta de energia elétrica ficou mais cara em 2021 e o aumento foi sentido pela maior parte dos brasileiros. É o que aponta a pesquisa do Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria), contratada pelo ICS (Instituto Clima e Sociedade).

Segundo os dados levantados pela pesquisa, que ouviu 2002 pessoas com 16 anos ou mais em todas as regiões do Brasil entre 11 e 17 de novembro de 2021, 90% dos entrevistados dizem que a alta na conta de luz impactou “muito” ou “um pouco” no dia a dia da família. 

Ainda 40% dos entrevistados declararam que diminuíram ou deixaram de comprar roupas, sapatos e eletrodomésticos para pagar a conta, e outros 22% reduziram a compra de alimentos básicos para manter a casa com energia. No Nordeste, este índice chega a 28%.

A pesquisa mostra que muitos adotaram mudanças no comportamento para tentar diminuir o valor da conta de energia: metade (49%) afirma ter adotado ações como tomar banho mais rápido e desligar as lâmpadas e 44% dizem ter deixado de usar ou ter reduzido o uso de eletrodomésticos que consomem muita energia.

Muitos (42%) também substituíram lâmpadas por outras mais econômicas, e 23% passaram a evitar o consumo de muita energia nos horários de pico. Só 5% declaram usar fontes alternativas renováveis, como a energia solar, e 18% não mudaram seus hábitos.

Apesar de poucos ainda terem adotado energias renováveis, 81% dos ouvidos pela pesquisa querem que elas sejam ampliadas. A confiabilidade nas renováveis é alta: para 59%, elas são tão confiáveis quanto as convencionais.

Os dados do Ipec também revelam que 77% dos brasileiros querem prioridade nas propostas de ampliação do uso de energias renováveis no Brasil dos(as) candidatos(as) à Presidência da República este ano. E 81% dizem que propostas que visem evitar a ocorrência de crises hídricas no futuro deveriam ser priorizadas pelas candidaturas.

Para 69%, as renováveis agridem menos o meio ambiente, e 64% dizem que o investimento em energia renovável contribui para gerar empregos. Metade (50%) acha que elas são mais baratas do que as não renováveis, mas 31% acreditam que sejam mais caras. 

Energia Solar

Como a pesquisa do Ipec apontou, uma porcentagem dos entrevistados (5%), têm apostado em renováveis, como a energia solar, para evitar os aumentos da conta de luz. 

Para economistas e especialistas do setor de energia, entre as renováveis, a solar se apresenta hoje como uma das soluções mais eficazes para os consumidores que almejam gerar a sua própria energia e reduzir os gastos com a conta de luz. 

Além da rápida instalação, que pode ser concluída em até 24 horas, o uso da fonte também ajuda a economia do país, com a geração de mais empregos e aumento do poder de compra das famílias. 

Além disso, a fonte também oferece menos impacto ao meio ambiente, por se tratar de um recurso renovável e limpo, cuja fonte geradora de energia é o sol. Em entrevista recente ao Canal Solar, Ricardo Amorim, um dos principais economistas do país, destacou que a solar é um dos melhores investimentos que uma pessoa pode fazer. 

2P acessórios empres de estruturas para instalação de paineis fotovoltaicos
Aline Guevara

Aline Guevara

Atuou como repórter para a VEJA Campinas, a editora Top.co e a revista Viva Saúde. Possui experiência como apresentadora, produção de vídeo, entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Acompanha o mercado fotovoltaico desde 2021. Jornalista graduada pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.