25 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

Coritiba usará fontes renováveis a partir do Mercado Livre de Energia

Tanto o estádio Couto Pereira como o CT do clube deverão evitar a emissão de 50 toneladas de C02 por ano

Autor: 8 de janeiro de 2024Brasil
3 minutos de leitura
Coritiba usará fontes renováveis a partir do Mercado Livre de Energia

Estádio Couto Pereira, em Curitiba (PR). Foto: Coritiba/Reprodução

Procurando minimizar o impacto de gases nocivos na atmosfera com a emissão de CO2, o Coritiba iniciou um importante processo na estruturação do clube para passar a utilizar energia renovável tanto no estádio Couto Pereira como em seu CT (Centro de Treinamento).

As etapas para que essa transição energética seja tirada do papel conta com o suporte da Thymos Energia, uma consultoria de negócios especializada no setor energético. 

Atualmente, o clube consome por ano de energia elétrica cerca de 1.000 MWh. Isso significa que com a adoção de fontes renováveis, o Coxa evitará a emissão de aproximadamente 50 toneladas de dióxido de carbono por ano.  

Conforme cálculos da Thymos, com base nos dados do EPE (Balanço Energético Anual da Empresa de Pesquisa Energética), isso corresponde a 300 árvores plantadas ou 50 carros movidos à gasolina a menos nas ruas. 

A opção por energia renovável faz parte da nova política de gestão do Coritiba que, em junho deste ano, concluiu a venda de 90% da SAF (Sociedade Anônima do Futebol) para o grupo de investimentos Treecorp

O Coritiba também integra o Pacto Global da ONU (Organização das Nações Unidas), programa da empresa que apoia instituições que prezam por ações mais sustentáveis. Além disso, o clube alviverde possui o Selo Aterro Zero, concedido a instituições e empresas que eliminam o uso de aterros sanitários durante o processo de gestão de seus resíduos.

“As empresas ao redor do mundo atualmente estão engajadas em adotar medidas que minimizem os impactos causados no meio ambiente. Vejo como fundamental um clube com a estrutura do Coritiba estar alinhado a esse comportamento, ser exemplo e estimular outros a olhar o tema com maior responsabilidade”, afirmou André Campestrini, CFO do Coritiba.

A consultoria prestada pela Thymos Energia apoia o Coxa no processo de migração e adesão ao Mercado Livre de Energia, além de analisar estratégias específicas para a economia no gasto com energia. A Thymos também fará a gestão do consumo de energia do clube nos próximos anos.

“A ida ao Mercado Livre de Energia é o caminho natural e que possibilitará a maior economia ao Coritiba, levando a redução de custos com o insumo. Além disso, a opção por energia renovável está em linha com a sustentabilidade, o uso dessas fontes tem sido uma das vias mais adotadas por empresas em todo o mundo para reduzir emissões”, observou Nilton Lima, head de Gestão de Energia da Thymos. 


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.