16 de agosto de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5,61GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 12,2W

CPFL investe R$ 27,2 milhões em projetos de armazenamento de energia

Companhia instalou baterias em indústrias, estabelecimentos comerciais, residências e complexo eólico

Autor: 21 de junho de 2021Brasil
CPFL investe R$ 27,2 milhões em projetos de armazenamento de energia

Avaliar os impactos da utilização de baterias no sistema elétrico, da geração até o cliente final. Este é o objetivo da CPFL Energia, que anunciou que colocou em operação três projetos de armazenamento de energia. 

Essas entregas tiveram investimento de R$ 27 milhões de um total de R$ 66 milhões que serão utilizados. O programa começou em 2017 e irá até 2022.

Segundo a companhia, foram instalados cinco sistemas de armazenamento em baterias de 75 kWh a 2 MWh de capacidade em uma unidade da rede Graal, em dois condomínios residenciais, em uma subestação de energia e em uma usina do complexo eólico Campo dos Ventos, no Rio Grande do Norte, da CPFL Renováveis. 

Na rede Graal, por exemplo, a empresa implementou o sistema de armazenamento com baterias de lítio de 200 kW/430 kWh, integradas a um gerador a diesel e dois eletropostos para a recarga de veículos. 

Já na subestação Barão Geraldo, a instalação do projeto de armazenamento em baterias de 1 MW/2 MWh visa a integração com um alimentador de distribuição, garantindo, de acordo com a CPFL, mais qualidade do fornecimento e uma maior integração de fontes renováveis intermitentes nesta rede.

Saiba mais: Armazenamento é essencial para otimizar rede elétrica brasileira

Ademais, foi construído um sistema de armazenamento de energia em baterias de 100 kW/255 kWh em um condomínio com 47 unidades consumidoras, sendo que 27 delas possuem sistemas fotovoltaicos. 

Outros projetos

Segundo a companhia, foi instalado ainda um sistema de armazenamento de 25 kW/75 kWh em um poste de distribuição de energia (aéreo) com atendimento a um condomínio residencial com geração solar e outras unidades consumidoras.

No Complexo Eólico Campo dos Ventos, o projeto de armazenamento em baterias de 1 MW/1,29 MWh permitirá a otimização da produção de energia renovável intermitente, suavizando a curva de geração, afirmou a empresa. 

Saiba mais: Copel investe em projetos de armazenamento e soluções híbridas

“A CPFL Energia investe em P&D para acelerar a modernização do setor elétrico e superar desafios como a integração de fontes de energia limpa solar e eólica. O armazenamento é a principal tecnologia viabilizadora dessas fontes renováveis na matriz elétrica pois agrega flexibilidade e melhora a gestão da rede, além de contribuir para a conservação dos ativos e redução dos picos de consumo”, destacou Renato Povia, diretor de Estratégia e Inovação da CPFL Energia.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.