28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,84GW

Spin fornece estruturas em projeto fotovoltaico

O sistema foi implementado em um galpão de classificação triple A

Autor: 18 de junho de 2021dezembro 28th, 2021Brasil
Spin fornece estruturas em projeto fotovoltaico

Spin participou do projeto e fornecimento da estrutura de um sistema de energia de 1,5 MW de potência instalada sobre telhado

A Spin, fabricante de estruturas para fixação de painéis fotovoltaicos, participou do projeto e fornecimento da estrutura de um sistema de energia de 1,5 MW de potência instalada sobre telhado. Segundo a empresa foram necessários estudos específicos para o atendimento as premissas estipuladas pelo cliente final.

A fabricante apresentou uma documentação com as cargas aplicadas no telhado junto com a informação da quantidade de pontos de fixação para suportar as forças ocasionadas pelos ventos da região. 

“A norma 6123 da ABNT estabelece os níveis de vento por região do país, sendo a localização da usina em São Paulo define como região 3 e 4, porém atendendo uma premissa do cliente final, o projeto foi elaborado considerando como sendo região 5,  o que significa trabalhar com ventos de até 50 m/s, ou seja, de 180 km/h.” explica  José Luiz Gava, diretor-executivo da Spin.

De acordo com Júlio César Tavernaro Ribeiro, consultor de vendas da Spin, antes da contratação do projeto, foi necessário apresentar um protótipo para o cliente final validar o funcionamento prático do sistema fotovoltaico. 

“Após a montagem final desse sistema inicial, foram avaliados os aspectos de rigidez do sistema e possíveis vazamentos do telhado nos pontos de fixação dos suportes Spin. Foram utilizados selantes que exigem dias de cura, e após esse tempo foram realizados testes sem identificar problemas. “O produto e o processo foram aprovados e pudemos seguir com a produção do material” afirma Ribeiro. 

O sistema solar fotovoltaico foi instalado em um galpão de classificação triple A, em termos de empreendimento corporativo, é a melhor que existe no mercado imobiliário.

Segundo Flávio Abreu, diretor-executivo da I9, empresa intregradora fotovoltaica, quando surgiu a possibilidade de orçamento para o projeto, sabiam os padrões de qualidade seriam altos e a primeira opção de fabricante de estruturas foi a Spin.

“Exitem já alguns modelos de fixação para telha W, que é a telha que nós temos lá no galpão, mas eu tinha alguns requisitos ali que limitavam a instalação, por exemplo, eu não poderia perfurar a telha”, explica Abreu. 

“O suporte proposto tinha um aproveitamento melhor de área, e tinha uma restrição de área, apesar de ser um galpão enorme, a gente não poderia utilizar toda a área de telhado, e onde utilizasse teria que ser bem aproveitado para chegar em um 1,5 MW, o que só foi possível com essa estrutura da Spin”, complementou. 

“Boa parte do projeto aconteceu e foi possível a venda para o cliente, porque no dia da reunião a Spin fez a diferença, não do ponto de vista comercial, mas dando demonstração técnica de que o produto era viável e de que nós teríamos grande chance de sucesso”, concluiu.

“Isso é muito importante para nós da Spin, mostra que fizemos parte de um projeto pioneiro nessa categoria de aplicação do produto, e também do maior que existe até agora, e para uma empresa com grande repercussão” destacou Gava. 

 

Giuliana Olivieri

Giuliana Olivieri

Atuou como produtora de programa de entrevista na Rádio Brasil Campinas, além de elaboração de reportagens diárias, edição de áudio e vídeo. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico, cobrindo a editoria de Mercado e Negócios. Graduanda em Jornalismo na PUC Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.