21 de abril de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,29 GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 5,35 GW

Carrinho

EDP encerra 2020 com mais de 60 MWp em projetos de energia solar

A empresa já entregou projetos para o Banco do Brasil, TIM, Claro, e Johnson & Johnson

Autor: 24 de fevereiro de 2021Brasil
EDP encerra 2020 com mais de 60 MWp em projetos de energia solar

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico brasileiro, divulgou que concluiu nove iniciativas de soluções em energia em 2020 e encerrou o ano com 65,3 MWp de solar em seu portfólio.

A companhia já entregou 34,5 MWp em projetos fotovoltaicos para clientes – entre eles o Banco do Brasil, TIM, Claro, e Johnson & Johnson – e está com 30,8 MWp em desenvolvimento. 

Em dezembro, a EDP assinou um acordo de investimento na Blue Sol com o objetivo de adquirir participação de até 40% na empresa, que opera no segmento de geração solar fotovoltaica B2C.

EDP registra alta no lucro

A companhia divulgou também que obteve o melhor resultado de sua história pelo terceiro ano seguido. Ao total, o lucro líquido foi de R$ 1,5 bilhão em 2020, um aumento de 12,7% em comparação com 2019. 

O EBITDA (lucro antes de taxas, impostos, depreciação e amortização) somou R$ 3,4 bilhões, uma alta de 16% em relação ao exercício anterior. 

Investimentos

Em 2020, a empresa investiu R$ 1,9 bilhão no Brasil, com destaque para o segmento de distribuição, que recebeu R$ 752 milhões para melhorias e expansão da rede – um aumento de 16,2% frente a 2019. 

Desde 2016, já investiu R$ 3,3 bilhões em obras e projetos de transmissão, representando 80% de execução do Capex total. 

Até o final deste ano, a EDP divulgou que serão R$ 4,1 bilhões para a construção de mais de 1,5 mil quilômetros de linhas e de seis subestações nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Maranhão e Espírito Santo.

EDP anuncia novo CEO no Brasil

Em reunião realizada na última sexta-feira (19), a empresa confirmou o nome de João Marques da Cruz como seu novo CEO. O executivo acumula nove anos de trajetória como membro do Conselho de Administração Executivo da EDP global, com atuação nos segmentos de distribuição, transmissão, comercialização, energias renováveis e mercado livre.

Ele assume o cargo após a nomeação de Miguel Setas como responsável pela plataforma mundial de redes de transmissão e distribuição do grupo EDP, depois de sete anos como CEO.

“É uma honra e uma grande responsabilidade assumir a presidência da EDP no Brasil, uma geografia prioritária na estratégia da companhia. Temos um grande potencial a explorar, principalmente na frente da geração solar distribuída. Espero agregar conhecimentos para seguirmos alcançando resultados exitosos e cumprindo com o propósito de ser uma empresa líder na transição energética no país”, disse Marques da Cruz.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Experiência como produtor, repórter e apresentador em diferentes veículos de comunicação: mídia impressa, online e televisiva.

Comentar