29 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Empresas de energia solar no Brasil devem estar preparadas para 2024

Companhias precisam adotar estratégias inteligentes que vão além da simples oferta de produtos e preços “atrativos”

Autor: 1 de fevereiro de 2024Opinião
3 minutos de leitura
Empresas de energia solar no Brasil devem estar preparadas para 2024

É preciso entender o perfil do cliente ideal e o raio de atuação mais adequado. Foto: Bono Group

No cenário dinâmico das energias renováveis, as empresas de energia solar no Brasil estão se preparando para enfrentar desafios e aproveitar oportunidades em 2024.

Nesse ano vigente devemos ter reflexos positivos macroeconômicos no mercado solar, como a queda da taxa de juros, disponibilidade de crédito, aumento das tarifas de energia em todo Brasil, além da crescente demanda por soluções sustentáveis, a adoção da energia solar tem se tornado uma tendência marcante.

No entanto, para se destacar neste mercado competitivo, as companhias precisam adotar estratégias inteligentes que vão além da simples oferta de produtos e preços “atrativos”.

Um dos aspectos chave para o sucesso das empresas de energia solar em 2024 será a adoção de abordagens de vendas consultivas. Em vez de simplesmente oferecer painéis solares, as empresas devem entender as necessidades específicas de cada cliente e oferecer soluções personalizadas que atendam a essas demandas.

Essa abordagem não apenas aumenta as vendas, mas também fortalece os relacionamentos com os clientes, criando lealdade à marca.

Além disso, a melhoria da eficiência operacional interna é crucial para garantir a competitividade no mercado. Isso inclui investir em tecnologias de ponta para aumentar a produção, reduzir os custos e otimizar os processos de instalação e manutenção.

A automação de tarefas repetitivas e a implementação de sistemas de gestão integrados podem contribuir significativamente para esse objetivo.

Outro ponto-chave é entender o perfil do cliente ideal e o raio de atuação mais adequado. Segmentar o mercado e direcionar os esforços de marketing e vendas para os clientes mais promissores podem aumentar significativamente a eficácia das campanhas e maximizar o retorno sobre o investimento.

Isso envolve uma análise detalhada do mercado-alvo e a identificação de oportunidades de crescimento em regiões específicas.

No que diz respeito às projeções de mercado, os números indicam um crescimento contínuo para a energia solar no Brasil nos próximos cinco anos.

Estima-se que o setor cresça em média 15% ao ano até 2029, impulsionado por políticas governamentais favoráveis, incentivos fiscais e a conscientização crescente sobre os benefícios ambientais da energia solar.

Esse crescimento oferece oportunidades significativas para as empresas do setor, desde que estejam preparadas para enfrentar os desafios associados a esse crescimento acelerado.

Por fim, é essencial que as empresas desenvolvam uma análise robusta de orçamento e fluxo de caixa para seus projetos, além de um planejamento estratégico adequado.

Isso permite uma gestão financeira eficiente, identificando potenciais áreas de risco e oportunidades de investimento. Um planejamento estratégico sólido orienta as ações da empresa e ajuda a alcançar os objetivos de curto e longo prazo de forma sustentável.

Ou seja, as empresas de energia solar no Brasil enfrentam um ano promissor em 2024, desde que estejam dispostas a se adaptar às demandas do mercado.

Com uma abordagem centrada no cliente, investimentos em eficiência operacional e uma visão estratégica para o futuro, elas podem aproveitar ao máximo as oportunidades de crescimento e contribuir para a transição para uma matriz energética mais sustentável.

E a sua empresa já está com os planejamentos e metas traçados? Está preparado para esse novo ciclo?

Marcelo Abuhamad

Marcelo Abuhamad

Administrador, empreendedor, sócio fundador do Bonö Group com larga experiência em negócios no setor de energia. Possui experiência acumulada de mais de 1,2 mil projetos desenvolvidos no setor de energia e mais de 300 MW de portfólio. Motivado em transformar positivamente negócios e pessoas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.