27 de junho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.08GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,2W

Empresas do setor solar abrem oferta pública para instalação de 5 usinas

Todos os projetos aqui na Bloxs são analisados e aprovados nos mínimos detalhes financeiros sempre

Autor: 5 de outubro de 2020fevereiro 8th, 2022Brasil
Empresas do setor solar abrem oferta pública para instalação de 5 usinas

Cada planta terá capacidade de 105 kWp, totalizando 525 kWp de potência instalada

A Bloxs Investimentos e a CGC Energia anunciaram a abertura de uma oferta pública para captação de recursos visando a construção de cinco usinas solares fotovoltaicas no Brasil.

Cada planta terá capacidade de 105 kWp, totalizando 525 kWp de potência instalada. Elas serão implementadas na região de São José do Rio Preto (SP).

Segundo as empresas, as usinas são individuais, autônomas e independentes, ou seja, não serão fracionadas. No total, o investimento é de R$ 2 milhões.

Os investidores podem participar com cotas a partir de R$ 10 mil na modalidade Equity, cujo contrato dará acesso às fatias da empresa SPE constituída exclusivamente para a operação.

A remuneração mensal a partir da energia produzida será utilizada pelas empresas beneficiárias com base em contratos de aluguel administrados pela CGC.

“Todos os projetos aqui na Bloxs são analisados e aprovados nos mínimos detalhes financeiros sempre. Porém, mais do que isso, buscamos ter como ofertante sempre empresários de sucesso e com capacidade de execução. Esta operação de energia nos deixa muito animados nesse aspecto”, destacou Felipe Souto, CEO da Bloxs.

De acordo com o executivo, investir em energia solar representa uma excelente possibilidade de diversificação de portfólio para o investidor, já que, refere-se a um aporte em ativo real, não correlacionado com a volatilidade do mercado.

“Principalmente é uma proteção natural contra um repique inflacionário, visto que a energia tem uma alta capacidade de repasse”, lembrou Souto.

Distribuição dos aluguéis e oportunidades

A CGC Energia, através do veículo de investimento, acompanhará mês a mês a produção da usina, fazendo a cobrança e recebimento dos aluguéis mensais que serão recebidos em conta corrente da SPE e distribuídos aos investidores.

Além disso, existe o potencial de upside – potencial de alta que um determinado ativo possui – para os investidores com a maturação e venda da usina, já que a SPE é administrada por uma empresa dedicada ao segmento, indicando que liderará um processo de consolidação e venda futura do ativo. Isso está garantido ao investidor através de uma cláusula de Drag Along, que determina que os acionistas minoritários têm o dever de alienar suas ações, caso o acionista majoritário decida vender sua parte.

“Com a oferta de Equity, via Bloxs, para as usinas fotovoltaicas em São José do Rio Preto, nosso objetivo é gerar receita recorrente de longo prazo aos investidores, fornecer energia mais econômica aos clientes e causar um impacto ambiental e social positivo”, ressaltou Guilherme de Araújo, CEO da CGC Energia.

Para  o acesso à lista de espera da oferta da CGC Energia, clique aqui.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Um comentário

  • Vera Lucia Buso Borin disse:

    Por favor solicito informacao, referente a empresas que tem o objetivo de montar usina solar em area de 30 mil metros de frente para rodovia no municipio de charqueada sp

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.