17 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,1GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

Empresas mineiras poderão comprovar consumo de energia limpa

Cemig SIM REC reconhece os atributos ambientais por meio da rastreabilidade da energia solar gerada

Autor: 7 de outubro de 2022novembro 4th, 2022Oportunidades
4 minutos de leitura
Empresas mineiras poderão comprovar consumo de energia limpa

Clientes SIM são certificados com o Cemig SIM REC. Foto: Cemig/Divulgação

A Cemig SIM – empresa do Grupo Cemig que atua no mercado de energia solar por assinatura –, lançou o Certificado de Energia Renovável Cemig SIM, ou Cemig SIM REC: título que ratifica os atributos ambientais de empreendimentos e instituições, por meio da rastreabilidade da origem de energia 100% limpa e renovável.

A certificação, que pode ser solicitada de forma digital e gratuita, é auditada e segura, além de ratificar a conduta de companhia dos mais variados nichos na execução de práticas ambientalmente corretas, relativas à geração e ao consumo da energia procedente das fazendas solares da SIM, instaladas em 14 municípios de Minas Gerais.

“O título constitui valor a todas as organizações certificadas, principalmente, para aquelas que estão comprometidas com a agenda ESG, uma vez que a rastreabilidade permite zerar as emissões CO2 vinculadas ao consumo de energia”, destacou Danilo Gusmão, presidente da SIM.

De acordo com a empresa, a geração de energia solar da SIM evitou que mais de 25 mil toneladas de CO2 fossem emitidas na atmosfera, desde o início das operações, em 2019.

Gusmão reforçou que a certificação sustentável é uma realidade praticada por companhias globais, além de configurar uma exigência de mercado, a partir da ampliação das políticas ambientais para todos os segmentos e setores produtivos.

“Dados da Agência Internacional de Energia revelam que as emissões de CO2 do setor de energia, em 2021, aumentaram 6%, com um volume de 36,6 bilhões de toneladas, superando os níveis históricos de emissões”, disse.

“A energia fotovoltaica tem papel determinante para minimizar o cenário e o Cemig SIM REC é uma garantia oferecida aos nossos clientes para que atestem, junto à sociedade civil, o compromisso com um mundo mais consciente e responsável”, ressaltou o executivo.

O Cemig SIM REC

O Cemig SIM REC (da sigla em inglês Renewable Energy Certificate) foi criado para que o cliente SIM possa demonstrar, junto ao público-alvo e demais stakeholders dos empreendimentos, como as marcas se posicionam em relação à execução de práticas ambientalmente corretas, relativas à geração e ao consumo de energia solar.

Os critérios de certificação seguem as premissas do Programa Brasileiro GHG Protocol (PBGHG – GreenHouse Gases), criado em 2008, que define as ferramentas de cálculo para estimativas de emissões de gases do efeito estufa.

Segundo o grupo, com o Cemig SIM REC, as empresas da base da SIM que possuem, no mínimo, 12 meses de geração de energia limpa, estarão no mesmo rol das grandes companhias mundialmente reconhecidas por iniciativas sustentáveis.

A partir da rastreabilidade da energia gerada, o cliente recebe um documento que comprova que a origem dessa energia provém de fonte limpa e renovável, contribuindo para a redução de gases de efeito estufa e para a minimização dos impactos das mudanças climáticas.

Sobre o Cemig SIM

Criada em 2019, a Cemig SIM atua no mercado de energia solar por assinatura, com planos direcionados tanto para residências, quanto para empresas e indústrias de menor porte, que se enquadram no consumo de microgeração ou de minigeração de energia.

Com quase três anos de atuação, a empresa soma mais de 6 mil clientes e 21 usinas solares em 14 municípios mineiros. Em 2021, registrou 41% de crescimento em sua carteira de clientes, proporcionando à sua base uma redução de mais de R$ 38 milhões na tarifa de energia.

Este ano, o incremento no número de clientes já é de 16%. O plano estratégico da empresa prevê R$ 1 bilhão investidos até 2025.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.