2 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Energia solar atinge 29 GW de capacidade operacional no Brasil

Mercado nacional soma 20,469 GW e 8,534 GW de geração distribuída e centralizada, respectivamente

Autor: 4 de maio de 2023Indicadores
2 minutos de leitura
Energia solar atinge 29 GW de capacidade operacional no Brasil

Foto: Freepik

A energia solar ultrapassou, na manhã desta terça-feira (4), a marca dos 29 GW de capacidade operacional no Brasil, segundo dados contabilizados pela ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Ao todo, o mercado fotovoltaico nacional conta com exatos 20,469 GW provenientes de sistemas GD (geração distribuída) e outros 8,534 GW a partir das usinas de GC (geração centralizada).

Trata-se de um volume de potência quase duas vezes maior do que em relação ao mesmo período do ano passado, quando havia apenas 15 GW no país.  

Até o final do ano, a expectativa da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) é que o Brasil supere os 34 GW, com pelo menos 21,6 GW por meio de sistemas de geração própria e 12,4 GW a partir das grandes usinas.

Geração distribuída

Atualmente, o Brasil conta com mais de 1,89 milhão de sistemas fotovoltaicos instalados no segmento de geração distribuída. Desde total, mais de 242 mil foram implementados somente em 2023, segundo a ANEEL.

Além disso, dos 5.570 municípios catalogados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), apenas 38 não contam com ao menos um sistema de energia solar instalado em casas, estabelecimentos comerciais e afins.

Geração centralizada

Já o segmento de GC, além de contar com de 8,394 GW de potência em operação, também soma outros 103,9 GW previstos para entrarem em operação comercial. Deste montante, 5,95 GW são de empreendimentos com construção iniciada e outros 97,9 GW de projetos com construção não iniciada. 

Marcas expressivas

De acordo com estudo da IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável) o Brasil encerrou 2022 na 8ª colocação no ranking mundial de geração de energia solar, entrando pela primeira vez na história entre os dez primeiros colocados, com mais de 24 GW de capacidade operacional até 31 de dezembro de 2022. 

No final de abril, um outro levantamento, desta vez da IEA (Agência Internacional de Energia), mostrou outro dado relevante: o Brasil foi quarto país que mais adicionou energia solar no mundo em 2022, com 9,9 GW de potência entre os meses de janeiro e dezembro, ficando atrás somente da China (106 GW); dos Estados Unidos (18,6 GW) e da Índia (18,1 GW). 

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.