2 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Energia solar é a fonte renovável que mais contrata mulheres no mundo

Cerca de 40% dos empregos gerados no setor em 2021 foram de profissionais do gênero feminino

Autor: 29 de setembro de 2022outubro 4th, 2022Mundo
2 minutos de leitura
Energia solar é a fonte renovável que mais contrata mulheres no mundo

IRENA alerta para a necessidade de mais igualdade de oportunidades para mulheres. Foto: Lucas Bahia de Oliveira

A energia solar é a fonte renovável que mais empregou mulheres no mercado de trabalho em todo o mundo no ano passado. 

É o que aponta um levantamento publicado, nesta quinta-feira (29), pela IRENA (Agência Internacional de Energia Renovável). 

De acordo com o estudo, cerca 40% das contratações realizadas no setor fotovoltaico em 2021 foram de profissionais do gênero feminino.

Trata-se de um número que representa quase o dobro da proporção de mulheres empregadas pelas fontes de geração eólica (21%) e de petróleo e gás (22%).

O montante também é superior ao percentual médio de mulheres empregadas em todos os setores de energias renováveis, que é de 32%.

Com relação aos tipos de serviços realizados, o levantamento do IRENA constatou que 47% dos empregos criados para o gênero no setor solar  foram relacionados à fabricação de equipamentos.

Prestadores de serviços e desenvolvedores vem logo atrás com 39% e 37%, respectivamente, enquanto os instaladores de energia fotovoltaica têm o menor desempenho, com apenas 12% da força de trabalho do segmento.

A IRENA ainda alerta a sociedade para a necessidade de mais igualdade de oportunidades para mulheres em posições de ciência, tecnologia e engenharia, onde a representatividade é de cerca de 38%. 

“Além disso, há um amplo espaço para as mulheres assumirem mais cargos de tomada de decisão, pois atualmente ocupam 30% dos cargos gerenciais e apenas 13% dos cargos de gerenciamento sênior no setor de energia solar fotovoltaica”, pontua o relatório.

O estudo

Este é o terceiro relatório publicado pela IRENA com o intuito de avaliar o papel das mulheres no setor de energia solar e destacar suas eventuais barreiras e oportunidades. Ao todo, foram ouvidas 1,3 mil empresas e organizações. 

“Aumentar a conscientização sobre a igualdade de gênero, melhorar as políticas nacionais e locais de trabalho, oferecer mais treinamento, oportunidades de networking e acesso a mentores são passos críticos para nivelar o campo de jogo para as mulheres no setor”, finaliza o estudo. 

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.