27 de junho de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 5.08GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 11,2W

Energia solar residencial está mais barata, aponta Greener

A Greener entrevistou mais de 2 mil empresas entre 21 de maio e 30 de junho

Autor: 2 de setembro de 2020outubro 1st, 2020Brasil
Energia solar residencial está mais barata, aponta Greener

Você já pensou em instalar energia solar na sua casa? De acordo com último estudo de mercado realizado pela Greener, empresa de consultoria e pesquisa, o preço de um sistema fotovoltaico de menor porte está mais barato no Brasil.

O levantamento apontou que, desde junho de 2017, os equipamentos para sistemas solares residenciais ficaram cerca de 27% mais rentáveis.

A queda foi resultado da contenção nos preços de serviços de instalação, que caíram 18% no Brasil, o que provavelmente ocorreu devido a uma redução das margens de lucro da empresas do segmento para compensar a alta do dólar.

De acordo com a Greener, a significativa redução dos preços de módulos fotovoltaicos no mercado internacional deverá ajudar a atenuar os efeitos do câmbio no terceiro e quarto trimestre de 2020.

Para Ronaldo Koloszuk, presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), a energia solar é competitiva e poucos investimentos são tão rentáveis quanto um sistema fotovoltaico. “A tarifa da energia elétrica do Brasil é uma das mais caras do mundo, o que tem levado, de forma constante, muitos consumidores a utilizar a tecnologia”, destacou.

Um dos consumidores que está usando energia solar em casa é o empreendedor Marco Aurélio Quirino, que instalou em sua residência, localizada na cidade de Maringá (PR), 26 painéis fotovoltaicos, com uma geração de 14.835 kWh por ano.

Segundo Diogo Martins, diretor-executivo da Platão Energia, empresa responsável pela execução do projeto, o Marco Aurélio terá uma economia anual de mais de R$ 10 mil, atingindo o payback em 4 anos.

tabela_Greener_pesquisa.pngDesde junho de 2017, os equipamentos fotovoltaicos ficaram cerca de 27% mais baratos

Payback

Outro dado revelado pelo estudo foi a diminuição no prazo de retorno do investimento para o consumidor. De acordo com a Greener, o payback de um sistema residencial caiu 4,6% em relação ao último levantamento.

Nos estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e São Paulo, líderes em potência instalada, a redução foi de 2,9%, 3,6% e 6,1%, respectivamente. A consultoria afirma que o motivo é a constante inflação no preço da energia no Brasil, que aumenta a economia gerada pelo sistema na conta dos consumidores e reduz o prazo para amortização do seu investimento.

Sobre a pesquisa

A Greener entrevistou mais de 2 mil empresas entre 21 de maio e 30 de junho, além de 410 usuários finais e 33 desenvolvedores de grandes usinas GD. A consultoria estima que existem 14.200 empresas integradoras no setor fotovoltaico. Para conferir a pesquisa completa, clique aqui.

 

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de dois anos, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.