1 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Estação de tratamento economizará R$ 3 milhões com energia solar em 10 anos

ETA Cubatão, em Palhoça (SC), receberá neste ano a instalação de um sistema fotovoltaico em área de alta insolação

Autor: 23 de janeiro de 2024Brasil
3 minutos de leitura
Estação de tratamento economizará R$ 3 milhões com energia solar em 10 anos

Estação de Tratamento de Água em Palhoça (SC). Foto: CASAN/Reprodução

A ETA (Estação de Tratamento de Água) Cubatão, em Palhoça (SC), vai receber a partir deste ano a instalação de um sistema de energia solar. 

O início do funcionamento da tecnologia está previsto para ocorrer em setembro, com uma economia anual de até R$ 300 mil, o equivalente a R$ 3 milhões em uma década.

Isso é correspondente a 48% do que é gasto de energia pela unidade, que conta com uma capacidade para 180 milhões de litros de água tratada e que abastece cinco municípios da Região Metropolitana de Santa Catarina.

O investimento feito é de R$ 1,3 milhão, com o contrato para implementação dos painéis solares e demais equipamentos tendo sido assinado pela CASAN (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) com a empresa B&F Solar. A expectativa é que o valor investido (payback) retorne em até cinco anos.

A iniciativa também servirá como projeto piloto para outras estações da empresa de saneamento no estado. 

“A CASAN gasta anualmente em torno de R$ 137 milhões só com energia elétrica. Isso corresponde a 9,2% de todos os gastos da companhia. Só perde em valor para a folha de pagamento”, explica Guilherme Campos, gerente de políticas operacionais da companhia.

Geração anual

De acordo com a CASAN, o sistema fotovoltaico na ETA Cubatão será instalado em uma área de alta insolação, gerando até 577.090 kWh de energia anual.

Isso equivale ao consumo anual de 320 casas populares no Sul do Brasil, segundo dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Por se tratar de uma energia limpa e renovável, a companhia vai ficar livre de tarifas por 25 anos, sem incidência de bandeiras tarifárias. 

A energia solar também minimizará o impacto causado pelas emissões de carbono da companhia, provenientes do consumo de energia gerada em outros locais.

A iniciativa faz parte da estratégia da companhia de cumprir as metas do Movimento ODS Santa Catarina, do qual se tornou signatária em 2021. 

O movimento busca cumprir a chamada Agenda 2030 da ONU (Organização das Nações Unidas), que traz a elevação no uso mundial de energias renováveis como um de seus principais objetivos.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.