25 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

Financiamento de fontes de energia limpa no RS cresce 208% em 2023

Investimentos em projetos de energia limpa aumentaram de forma expressiva

Autor: 12 de janeiro de 2024Brasil
3 minutos de leitura
Financiamento de fontes de energia limpa no RS cresce 208% em 2023

Foto: Reprodução/BRDE

No último ano, o Rio Grande do Sul registrou um crescimento de 208% no volume de financiamentos para geração de energia limpa no estado. 

Ao todo, foram R$ 479,8 milhões investidos em obras de pequenas usinas hidrelétricas e fotovoltaicas em 2023. Em 2022, esse montante foi de R$ 155,7 milhões.

“Ampliar os investimentos em favor de uma nova matriz energética demonstra preocupação ambiental, mas é também uma questão estratégica em termos econômicos. Por isso, o desempenho no ano passado nessa área sinaliza o quanto estamos alinhados com a pauta da sustentabilidade”, afirmou Ranolfo Vieira Júnior, vice-presidente e diretor de operações do BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul).

Destaca-se o investimento na usina fotovoltaica Iracema, em Montenegro, no interior do estado. O projeto liderado pela empresa Agropastoril Matheus recebeu R$ 6 milhões de investimento com capacidade de 1374,96 kWp. A energia gerada no empreendimento será comercializada para um único cliente com o intuito de compensar seus custos do consumo de energia. 

No estado, o banco também financiou a usina no município de Santa Rosa, que terá uma capacidade de geração de 1,5 MWh. Porém, existem planos para que no futuro chegue aos 30 MWh.

O banco também financiou o projeto da usina fotovoltaica do aeroporto de Maringá, que ainda está em andamento. A economia anual planejada com este projeto é de RS 1 milhão por ano, cerca de 95%.

A maior parte da fonte desses aportes feitos pelo BRDE vem da captação de recursos junto a parceiros internacionais. 

“Esse desempenho positivo é reflexo do esforço do banco em diversificar seu funding, o que consolida nossa atuação em apoio aos projetos focados na transição energética. São modelos inovadores e com perspectivas muito positivas para um futuro bem próximo”, afirma Leonardo Busatto, diretor de Planejamento do BRDE.

Quem pode receber o financiamento?

O BRDE, por meio do projeto Mais Energia Sustentável, pode financiar projetos de geração de energia limpa de empresas, produtores rurais, cooperativas e municípios com sede e projeto nos estados da região de atuação do CODESUL (PR, SC, RS e MS).

Os valores mínimos variam de acordo com a modalidade do financiamento. Para micro e pequenas empresas, essa marca geralmente fica em torno de R$ 50 mil a R$ 150 mil, enquanto para as demais este montante é de R$ 300 mil.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Frederico Tapia

Frederico Tapia

Estudante de jornalismo pela UNESP do campus de Bauru. Possui experiência em produção de matérias jornalísticas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.