24 de fevereiro de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,8GW

IPTU Verde: o que é e como funciona?

Cidadãos que adotam medidas sustentáveis podem usufruir de descontos

Autor: 12 de janeiro de 2024Brasil
3 minutos de leitura
IPTU Verde: o que é e como funciona?

Imagem: Freepik

Atualmente, diversas cidades já adotam o que é chamado de “IPTU Verde”, que garante descontos aos cidadãos que adotam práticas sustentáveis em seus imóveis. 

Tem direito as reduções do pagamento de imposto os contribuintes que aproveitam águas pluviais, e de recarga de aquífero. Além disso, práticas como arborização, reciclagem, telhados verdes e uso de energia limpa, como a solar, também podem gerar o benefício.

Os descontos geralmente são cumulativos variam entre 5% e 20%, mas o valor depende de cada localidade.

Entre os municípios que atualmente adotam estão: Araraquara (SP), Balneário Camboriú (SC), Florianópolis (SC), Guarulhos (SP), Maringá (PR), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Santa Maria (RS), Uberaba (MG) e Vila Velha (ES).

Em dezembro de 2022 o senado federal aprovou a PEC 13/2019, com o intuito de incentivar o uso de energia limpa reduzindo a taxação do contribuinte. O projeto de emenda constitucional prevê a adoção de alíquotas diferenciadas na esfera federal. No momento o projeto se encontra em tramitação na Câmara. 

IPTU Verde em Salvador

A capital baiana adotou o programa em 2015, e funciona por meio de uma pontuação, baseada nas ações sustentáveis adotadas. Entre 50 e 69 pontos o desconto é de 5%, 7% de 70 a 99 pontos e a partir de 100 pontos é 10% de desconto.

As categorias de pontuação são Gestão sustentável das águas, eficiência e alternativas energéticas, projeto sustentável, qualidade urbana, verde urbano, contribuições para adaptação baseadas em ecossistemas (AbE), gestão de resíduos e Bonificações para projetos com requerimentos para certificações. A tabela de pontos está disponível no site da prefeitura de Salvador.

IPTU Verde em Guarulhos

Já em Guarulhos a marca pode chegar a 20%, com acréscimos a cada medida adotada, tendo no mínimo duas. A política de incentivos na cidade começou em 2010.

Por exemplo, a utilização de um sistema para captação de água da chuva gera 3% de desconto, a instalação de telhado verde garante outro desconto de 3%, entre outras práticas. 

IPTU Verde em Balneário Camboriú

Em Balneário Camboriú os incentivos começaram em 2019 com a lei Nº4.303. Os descontos também se acumulam com base na quantidade de medidas adotadas.

As práticas que geram o desconto são o uso de sistemas de captação e reuso de água, sistema de aquecimento hidráulico solar, construção com materiais sustentáveis, o uso de telhado verde e o uso de painéis fotovoltaicos.

Cada medida gera um decréscimo de 2%, 4% ou 6% no IPTU.

Solicitação do desconto

Como a prerrogativa de adotar ou não a política de IPTU verde é de cada município, a solicitação varia de cidade para cidade.

Os locais que adotam essa medida geralmente disponibilizam as informações e regras em seu site. Em seguida, caso tenha direito ao benefício, o contribuinte deve juntar os documentos necessários e fazer a solicitação junto ao órgão responsável.


Todo o conteúdo do Canal Solar é resguardado pela lei de direitos autorais, e fica expressamente proibida a reprodução parcial ou total deste site em qualquer meio. Caso tenha interesse em colaborar ou reutilizar parte do nosso material, solicitamos que entre em contato através do e-mail: [email protected].

Frederico Tapia

Frederico Tapia

Estudante de jornalismo pela UNESP do campus de Bauru. Possui experiência em produção de matérias jornalísticas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.