23 de setembro de 2021
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 3,83GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 6,90GW

Carrinho

GD solar atinge a marca de 5 GW em potência instalada

A região com maior potência instalada é a Sudeste, com 1,8 GW, seguida da região Sul, com 1,1 GW e Nordeste com 939 MW

Autor: 10 de março de 2021março 30th, 2021Brasil
GD solar atinge a marca de 5 GW em potência instalada

A GD (geração distribuída) de energia solar acaba de bater a marca de 5 GW de potência instalada no Brasil. É o que aponta o levantamento feito pelo Canal Solar com base nos dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). 

Atualmente, são aproximadamente  527 mil UCs (Unidades Consumidoras) recebendo créditos e mais de 422 mil usinas fotovoltaicas instaladas em cerca de 5,2 mil cidades brasileiras. A região com maior potência instalada é a Sudeste, com 1,8 GW, seguida da região Sul, com 1,1 GW e Nordeste com 939 MW. 

Entre as classes de consumo, a residencial ocupa o primeiro lugar no ranking, com 1,9 GW de potência instalada, em segundo lugar esta a classe comercial, com 1,8 GW, seguida da rural, com 652 MW.

“Temos cada vez mais residências, comércios, indústrias, produtores rurais, prédios públicos e pequenos terrenos conhecendo os benefícios dos sistemas de micro e minigeração limpa e renovável, a partir do sol”, disse a ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica).

“Chegar ao expressivo ao marco de 5 GW de potência em geração distribuída no Brasil é motivo de muito orgulho e mostra o trabalho incessante de todo o setor solar em prol de um futuro mais econômico e sustentável”, destacou Aldo Teixeira, presidente da Aldo Solar.

“Este marco coincide com a comercialização de mais 125 mil geradores vendidos pela Aldo Solar e com a entrega de mais de 1,3 GW de potência para GD e mais de 3,6 milhões de painéis solares. Sinto ainda mais orgulho de termos apostado em um setor que cresce exponencialmente e que está sendo um dos principais catalisadores da retomada da economia. E esse feito é de toda a comunidade de revendas e instaladores que nos prestigia. Pertence também aos consumidores que acreditam na sustentabilidade e na possibilidade de gerar sua própria energia”, acrescentou o executivo.

“Esta marca mostra o apetite do brasileiro em gerar sua própria energia, economizando em sua conta de luz e colaborando com a sustentabilidade do planeta. Nós nos sentimos privilegiados em poder demonstrar esse crescimento mesmo diante de uma pandemia que esta afetando outros setores de forma negativa. Isso não nos deixa insensíveis e somos solidários a nossa economia como um todo. Esperamos que toda a economia possa em breve experimentar a retomada em “V” e todos juntos seguirmos trabalhando por um país mais justo e forte”, afirmou Leandro Martins, presidente da Ecori Energia Solar.

Top 3 estados

O levantamento também apontou que Minas Gerais permanece na liderança, com 903 MW em potência instalada. Atualmente, o estado possui mais de 79 mil unidades geradoras e cerca de 109 mil unidades consumidoras recebem crédito.

Já em segundo lugar está o estado paulista, com 626 MW em potência instalada. São mais de 67 mil sistemas fotovoltaicos instalados e aproximadamente 78 mil UCs recebendo créditos. E em terceiro lugar está o Rio Grande do Sul, com 617 MW de potência instalada, mais de 56 mil unidades geradoras e cerca de 70 mil UCs recebendo créditos.

Energia solar no Brasil

Segundo levantamento realizado pela ABSOLAR, o país possui mais de 8 GW operacionais desde 2012, somando geração distribuída e compartilhada. Além disso, nos últimos nove anos mais de 240 mil empregos foram criados e cerca de R$ 41,5 bilhões foram investidos no setor, o que contribuiu com a arrecadação de aproximadamente R$ 11,9 bilhões em impostos.

Ericka Araújo

Ericka Araújo

Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT (Sociedade Brasileira de Medicina Tropical) e o Prêmio FEAC de Jornalismo. Já atuou como repórter e apresentadora da Rádio Brasil Campinas. Formada pela PUC Campinas.

Comentar