14 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,1GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,4GW

GD solar tem melhor início de ano da história do setor

Brasil instalou mais de 182 mil sistemas FV e 1,85 GW de potência no primeiro trimestre de 2023 

Autor: 31 de março de 2023Brasil
3 minutos de leitura
GD solar tem melhor início de ano da história do setor

Foto: Reprodução/Veritas Solar

O Brasil adicionou pouco mais de 182,8 mil sistemas de energia solar no segmento de GD (geração distribuída) no primeiro trimestre de 2023, segundo dados da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica).

Trata-se do melhor desempenho da história do setor no período, superando o recorde de 2022 – quando foram registradas 165 mil conexões entre janeiro e março. Nos primeiros três meses de 2023, os estados que mais instalaram conexões foram: São Paulo (29,5 mil); Rio Grande do Sul (23,7 mil) e Minas Gerais (20,1 mil). 

Os dados da Agência mostram ainda que os consumidores residenciais foram os que mais instalaram a tecnologia em 2023, com quase 80% das conexões (146,2 mil), um aumento de 7,9% em relação aos 135,5 mil sistemas fotovoltaicos do primeiro trimestre de 2022. 

Já entre as faixas de potência, mais de 99,6% dos sistemas instalados de GD solar entre janeiro e março deste ano são de minigeração: 182,2 mil contra 600 de microgeração.

Potência instalada

Além do número de conexões registradas, o primeiro trimestre de 2023 também já é o que apresenta os maiores volumes de potência instalada no segmento de GD. Ao todo, foram mais de 1,85 GW nos primeiros três meses do ano. 

Trata-se de um aumento de 18,5% e de 103,2% em relação aos números dos primeiros trimestres de 2022 (1,56 GW) e 2021 (0,91 GW), respectivamente. 

De acordo com Bruno Bonfá, CEO da Megacomm, os números apresentados apenas demonstram a força que a energia solar possui no Brasil.

“Diferente das especulações e de até alguns rótulos que o setor obteve durante essa importante virada de ano, onde, de forma geral, estivemos expostos a mudanças de governo, mudanças de legislação e de cenários econômicos, a energia solar e o Brasil, seguem demonstrando sua força”, comentou. 

Para o executivo,  é mais do que claro que a GD solar seguirá em expansão, visto que o recorde de instalações registrado no primeiro trimestre de 2023 (frente aos anteriores trimestres) é sólido e não menos esperado. 

“Cabe ao nosso mercado se sofisticar ainda mais e elevar o nível para não só preservar a sua expansão, mas também entregar mais qualidade aos consumidores. Costumo dizer que de fato é a primeira vez que temos a oportunidade de produzir uma comoditie tão significativa até em nossas residências, algo muito relacionado a independência energética do consumidor”, frisou Bonfá. 

Henrique Hein

Henrique Hein

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como repórter do Jornal Correio Popular e da Rádio Trianon. Acompanha o setor elétrico brasileiro pelo Canal Solar desde fevereiro de 2021, possuindo experiência na mediação de lives e na produção de reportagens e conteúdos audiovisuais.

Um comentário

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.