Geração solar na matriz elétrica cresce 55,9% em 2021

Estudo desenvolvido pelo MME aponta que essa é a maior taxa de crescimento entre as renováveis
29-09-22-canal-solar-Geração solar na matriz elétrica cresce 55,9% em 2021
Energia solar segue expandindo na matriz elétrica brasileira. Foto: Isabella Ribeiro/Biowatts Energia Solar

De acordo com a Resenha Energética Brasileira 2022, desenvolvida pelo MME (Ministério de Minas e Energia), a geração de energia solar na matriz elétrica brasileira obteve alta de 55,9% em 2021.

Essa é a maior taxa de crescimento entre as renováveis, sendo que a GD (geração distribuída) já contribuiu com 53,8% da fonte fotovoltaica no total.

Para se ter uma ideia, por exemplo, em 2020 a solar gerou 10,7 GWh. Já no ano passado foram 16,7 GWh.

Com relação a eólica, a mesma aumentou 26,7%, com destaque para o Rio Grande do Norte, que se tornou o estado com maior geração eólica do Brasil.

banner amara

Segundo o MME, a capacidade instalada de geração nacional aumentou 6,2%, atingindo 190,6 GW em 2021, puxada principalmente pelas fontes renováveis, responsáveis por 89% da expansão.

Potência instalada solar dispara em duas semanas e atinge 18 GW

Sobre o estudo

A Resenha Energética é um produto do Departamento de Informações e Estudos Energéticos (DIE), da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético (SPE), do MME.

A edição, que traz como base o ano de 2021, é marcada por diversos desafios para o setor energético: a retomada econômica diante da mitigação dos efeitos sociais da pandemia de covid-19; a escassez hídrica recorde, com os menores valores hidrológicos da série histórica; e períodos de estiagem em regiões produtoras de cana-de-açúcar.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal