25 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,81GW

Governo publica MP para aliviar impacto do coronavírus no setor elétrico

Os recursos vão isentar a conta de luz de um universo entre 9 e 10 milhões de famílias por três meses

Autor: 9 de abril de 2020outubro 3rd, 2020Brasil
Governo publica MP para aliviar impacto do coronavírus no setor elétrico

O presidente Jairimpacto do coronavírus no setor elétrico Bolsonaro assinou nesta quarta-feira (08) uma medida provisória que irá destinar R$ 900 milhões para pagar a conta de luz dos consumidores de baixa renda enquadrados no programa Tarifa Social.

A MP, publicada no DOU (Diário Oficial da União), faz parte das ações do governo para o enfrentamento das consequências econômicas da pandemia do novo coronavírus.Os recursos vão isentar a conta de luz de um universo entre 9 e 10 milhões de famílias por três meses, no período de 1º de abril a 30 de junho, até o limite de 220 kWh.

Além de trazer benefício aos consumidores mais vulneráveis, a medida trata o urgente problema enfrentado pelo setor, que é a dificuldade de caixa das distribuidoras de energia elétrica, responsáveis pela arrecadação do mercado.

De acordo com o MME (Ministério de Minas e Energia), a MP possibilitará que as distribuidoras continuem honrando seus compromissos com os demais agentes setoriais, preservando a sustentabilidade do setor elétrico. Em adição, amenizará a pressão tarifária sobre os consumidores, em 2020, decorrente de custos extraordinários inseridos no contexto da pandemia do Covid-19.

Mateus Badra

Mateus Badra

Atuou como produtor, repórter e apresentador na Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de um ano, atuando nas editorias de Mercado e Tendências, Mobilidade Urbana, P&D e Equipamentos. Jornalista graduado pela PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.