2 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Grupo chinês CNBM investe no mercado solar brasileiro

A corporação está procurando distribuidores para a marca Jetion no Brasil

Autor: 31 de maio de 2021junho 22nd, 2023Brasil
2 minutos de leitura
Grupo chinês CNBM investe no mercado solar brasileiro

O grupo CNBM (Corporação Nacional de Materiais de Construção da China) está procurando empresas do segmento para distribuírem os painéis da fabricante Jetion Solar no Brasil, empresa pertencente ao grupo.  

“O foco da Jetion no Brasil é nos projetos de GD com confiabilidade, garantia, inovação e produtos com tecnologia de ponta e expertise industrialização de grande porte, um exemplo disso é que o grupo é um dos maiores fabricantes do mundo em pás de energia eólica”, destaca Luiz Scagnolato, representante da Jetion Solar no Brasil.

A CNBM é uma organização de capital aberto dedicada a seis plataformas de negócio, incluindo materiais de construção, capacidade de produção, pesquisa de materiais, recursos de mineração e operação de investimento financeiro. 

Em 2014, a CNBM ingressou no segmento de energia solar com a aquisição da Jetion Solar. Com o apoio da CNBM, a fabricante fornece serviços de engenharia; compra e construção; e financiamento de projetos fotovoltaicos. 

Atualmente, a parceria possui cerca de 5 GW de produtos em mais de 40 países. A capacidade anual de produção dos painéis fotovoltaicos CNBM Jetion é de 2,5 GW e das células solares é de 2GW.  No total, a empresa possui cinco fábricas na China e na Tailândia, os valores de posicionamento da corporação é “ser líder na integração industrial, inovador na modernização e o pioneiro na cooperação de capacidade internacional”.

Redação do Canal Solar

Redação do Canal Solar

Texto produzido pelos jornalistas do Canal Solar.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.