28 de janeiro de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.63GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 8,83GW

Grupo Sices é confrontado pelo MP por suspeitas em contratos da empresa

Uma denúncia anônima apontou que existe uma significativa ocorrência de fraudes com superfaturamento em Contratos de Prestação de Serviços

Autor: 5 de novembro de 2020novembro 11th, 2020Brasil

O MP-SP (Ministério Público de São Paulo) pediu o afastamento, ao menos temporariamente, do atual sócio-administrador do Grupo Sices, Leonardo Camillo Curioni, e a nomeação de um co-gestor para acompanhar a recuperação judicial do grupo.

Segundo reportagem publicada no Broadcast+ na segunda-feira (2), uma denúncia anônima apontou que existe uma significativa ocorrência de fraudes com superfaturamento em Contratos de Prestação de Serviços, com o objetivo de esvaziar o patrimônio das empresas em recuperação, levando credores ao prejuízo da recuperação judicial.

O advogado Pedro Dante explica que uma recuperação judicial não pode ser utilizada por uma empresa que intencionalmente deixou de pagar dívidas, caracterizada por estratégias fraudulentas. “Esta denúncia, que deverá ser comprovada pelo MP-SP, diz que a Sices estaria utilizando o sentido da recuperação, para procrastinar os pagamentos dos valores devido aos credores”, esclarece Dante.

“Se for constatado que a empresa intencionalmente deixou de cumprir obrigações, e não em decorrência da pandemia, essa recuperação pode ser cancelada, a empresa falir e os administradores poderão ser responsabilizados”, acrescenta o especialista.

Procurado pelo Canal Solar o Grupo Sices enviou a seguinte nota: A companhia vem, por meio da presente nota, comunicar que tomou conhecimento das alegações feitas pelo Ministério Público do Estado de São Paulo nos autos do incidente n.º 0000021-74.2020.8.26.0260. A companhia comunica que as supostas irregularidades a que o Ministério Púbico se refere não ocorreram, o que será devidamente demonstrado em referido incidente, tão logo a companhia seja intimada a se manifestar no prazo e na forma da lei. A companhia, por fim, salienta que atua de forma transparente, observando e fazendo observar elevados padrões de conduta ética.

Vitória Gomes

Vitória Gomes

Jornalista com experiência em reportagens diárias e edição de áudio. Graduanda em Comunicação Social na PUC-Campinas.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.