Santander abre linha de financiamento de R$ 560 milhões para fontes renováveis

O empréstimo possui validade de um ano e possibilidade de renovação uma vez, por um período de mais 12 meses
Santander abre linha de financiamento de R$ 560 milhões para fontes renováveis

O Santander Brasil recebeu da IFC (International Finance Corporation), membro do Grupo Banco Mundial, uma linha de financiamento de aproximadamente R$ 560 milhões para impulsionar o acesso ao crédito para pequenas e médias empresas. Deste total, metade será destinada à comercialização de painéis fotovoltaicos.

O empréstimo possui validade de um ano e possibilidade de renovação uma vez, por um período de mais 12 meses. Esta é a terceira transação do banco com a IFC desde 2017.

“Financiar linhas de crédito verde neste momento é fundamental para apoiar a transição para uma economia mais limpa, além de ser parte de nossa estratégia, colabora para um ciclo virtuoso de retomada da atividade no país. Essa nova parceria com a IFC nos permite ampliar nossa atuação nesta importante frente”, destacou Franco Fasoli, diretor de Empresas, Governos & Instituições do Santander Brasil.

“A pandemia da Covid-19 vem afetando as economias em todo mundo, deixando empresas particularmente vulneráveis. É por isso que, além de catalisar projetos verdes, a linha de financiamento da IFC permitirá que o Santander apoie pequenas e médias empresas, incluindo as de mulheres empreendedoras, possibilitando a continuidade dos seus negócios e a preservação de empregos”, ressaltou Rogério Santos, executivo da IFC responsável pela área de Instituições Financeiras para o Brasil.

Santander amplia prazo para financiamento de GD

A Santander Financiamentos prorrogou de 60 para 72 meses o plano de pagamento de equipamentos fotovoltaicos. Ademais, anunciou que ampliou de 90 para 120 dias do período de carência para o vencimento da primeira parcela.

Segundo o banco, os novos prazos atendem empresas de todos os segmentos e pessoas físicas que planejam instalar um sistema fotovoltaico em casa. Para ter acesso às linhas de financiamento não é necessário ser correntista Santander.

O Santander Brasil é um dos pioneiros no financiamento de projetos de geração de energia solar, desde grandes usinas até a venda de painéis fotovoltaicos para pequenos agricultores.

Com relação à eólica, a empresa já viabilizou o financiamento de 285 parques, que respondem por 30% da capacidade instalada de energia eólica no Brasil.

Imagem de Mateus Badra
Mateus Badra
Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal