19 de abril de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 13,4GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 28,5GW

Inversor string da Kehua obtém certificação de alta e baixa tensão

O inversor 1500 V / 350 kW da série SPI passou nos testes High Voltage Ride Through e Low Voltage Ride Through

Autor: 8 de agosto de 2022dezembro 15th, 2022Tecnologia e P&D
5 minutos de leitura
Inversor string da Kehua obtém certificação de alta e baixa tensão

Inversor string 1500 V / 350 kW da Kehua. Foto: Kehua/Reprodução

A Kehua anunciou que, recentemente, o seu inversor string 1500 V / 350 kW da série SPI passou nos testes High Voltage Ride Through (HVRT) e Low Voltage Ride Through (LVRT) e obteve a aprovação no relatório de certificação.

Em termos de suporte de potência reativa dinâmica, quando ocorre alta e baixa penetração da tensão da rede paralela, o teste exige que o inversor emita a corrente reativa alvo dentro de 60 ms, o limite deve ser inferior a 20%, o tempo de regulação deve ser inferior a 150 ms e o erro de controle não deve exceder 5% da corrente nominal.

Nos termos de controle de potência ativa, a fabricante afirmou que a mesma deve permanecer inalterada quando a tensão da rede paralela estiver alta; depois que estiver baixa por meio da recuperação, a potência ativa deve ser recuperada a 30% da potência nominal por segundo.

No que se refere a limitação de potência reativa, o valor máximo efetivo da corrente reativa dinâmica não deve exceder 1,05 vezes a corrente nominal quando o inversor tiver três falhas simétricas de alto e baixo desgaste de corrente reativa; bem como não deve exceder 0,4 vezes a corrente nominal quando ocorrem falhas assimétricas.

“Portanto, os dados de teste mostram que o inversor Kehua 1500 V / 350 kW tem forte capacidade de suportar a passagem de falhas”, destacou a empresa.

Vantagens do inversor

A Kehua disse que quando ocorre um pass-through alto ou baixo na medição de tensão CA do inversor, como simetria trifásica ou assimetria monofásica, o inversor 1500 V / 350 kW pode gerar energia sem interrupção e enviar rapidamente corrente reativa para suportar a rede, aumentando a estabilidade dela.

“Quando o pass-through alto e baixo terminam, o inversor restaura rapidamente a geração de energia antes das falhas para garantir a máxima receita de geração de energia”, acrescentou a companhia, relatando ainda que desde o lançamento em junho do ano passado, o equipamento ganhou mais de 2 GW de licitações.

Além da capacidade de suportar passagem de falhas, o produto leva em consideração a ventilação geral e dissipação de calor, fatores anticorrosivos e à prova de poeira e adota um design de alto nível de proteção, que pode se adaptar a vários ambientes naturais extremos.

Alta eficiência SVPWM e proteção IP 66

O inversor da Kehua adota um algoritmo de controle de alta eficiência SVPWM (Space Vector Pulse Width Modulation, cujo objetivo da técnica é aproximar o vetor de tensão de saída, por uma combinação dentre as oito possíveis entre as chaves) e topologia de três níveis.

Outra característica é que o mesmo está equipado com design de grau de proteção IP 66, design anticorrosivo C5, placa de liga de alumínio e processo de pulverização C5, placa PCBA com tratamento de revestimento à prova triplo aprimorado e design aprimorado de regulamentos de segurança elétrica, que podem lidar com complexos clima e ambiente de instalação.

Adaptável a componentes de grande porte

De acordo com a empresa, a entrada CC do inversor Kehua 1500 V / 350 kW pode ser adaptada a módulos de grande porte e alta potência, que podem ser conectados com mais de 1,2 vezes a relação de correspondência de capacidade.

“O inversor é submetido a rigorosos testes de seleção de dispositivos e aumento de temperatura, adota boa comunicação e design de dissipação de calor e possui 110% de capacidade de sobrecarga”, enfatizou a fabricante.

Alta inteligência

O inversor está equipado ainda com função de varredura de curva I-V, que pode identificar com precisão 14 tipos de categorias de falha e completar a inspeção de matriz quadrada de nível 100 MW em 15 minutos para ajudar as usinas a operar com eficiência.

“O produto reservou fonte de alimentação e interface de comunicação para suporte de rastreamento, que pode fortalecer ainda mais a interconexão de dados com o sistema de rastreamento, resolver erros do sistema, otimizar o algoritmo, ajustar o melhor ângulo de inclinação e melhorar a geração de energia. O método de comunicação PLC é adotado para economizar custos de comunicação”, explicaram.

Além disso, conta com uma interface de armazenamento de energia reservada opcional e é equipado com gravação de falhas, previsão de vida útil do dispositivo e funções de atualização online para ajudar a operação inteligente da usina, gerenciamento de manutenção e redução de custos, por exemplo.

Leia também

Uma visão da Kehua sobre energia solar integrada a sistemas de armazenamento

Facilidade de uso

O equipamento adota um design de três níveis, que possui harmônicos de corrente mais baixos e melhora a qualidade da energia, afirmou a companhia. A solução pode responder rapidamente à regulação de frequência primária da rede e possui função SVG noturna para reduzir o custo de investimento da planta.

“Sua excelente adaptabilidade do sistema de rede permite uma operação estável em ambiente de rede fraca SCR 1.1 e se adapta a várias usinas de energia”, destacaram.

“Ele pode selecionar com flexibilidade o design de matriz quadrada de 3,15 MW, 4,55 MW e 9,1 MW para atender às necessidades de muitos tipos de grandes plantas terrestres e expandir a matriz quadrada dentro de uma faixa razoável para obter redução de custos e aumento de eficiência, reduzindo o valor da eletricidade em mais de 2%”, concluiu a Kehua.

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.