JA Solar fornece painéis FV para as primeiras usinas flutuantes na Espanha e na Malásia

A Espanha iniciou a operação da primeira usina fotovoltaica flutuante do país. A planta, localizada no reservatório de Sierra Brava, na região da Extremadura, tem 1,1 MW e recebeu investimentos de € 1,7 milhões. A instalação foi divulgada nesta semana pela fabricante JA Solar, que forneceu os painéis solares para o projeto.

Ao total, foram instalados 3 mil módulos fotovoltaicos monofaciais e bifaciais, dispostos em vários ângulos de orientação e inclinação usando diferentes sistemas flutuantes.

O projeto visa o estudo de um conjunto de soluções técnicas para a instalação de painéis solares em lagos ou reservatórios, além de analisar o seu desempenho ao nível da produção e dos custos de instalação e manutenção das diferentes soluções.

Além disso, as condições de vida de pássaros e peixes serão monitoradas para entender o impacto das operações de usinas fotovoltaicas sobre as criaturas ao redor e fornecer uma referência para a operação e manutenção de usinas solares.

De acordo com a JA Solar, em comparação com a planta fotovoltaica de solo, uma sistema fotovoltaico flutuante pode reduzir os recursos terrestres necessários, além da água ajudar a conter o aumento da temperatura da superfície dos módulos e aumentar a geração de energia.

“Com o desenvolvimento contínuo da indústria de energia limpa, a geração de energia solar está sendo aplicada de forma mais ampla. Uma usina fotovoltaica flutuante reduz o impacto das restrições de recursos terrestres e é complementar a aplicações, como planta fotovoltaica montada no solo e sistema solar de telhado”, comentou Jin Baofang, CEO da JA Solar.

Primeira usina flutuante na Malásia

Recentemente, um sistema fotovoltaico flutuante de 10 MW foi implantado no estado de Selangor e conectado à rede da Malásia. O projeto utilizou módulos de vidro duplo da JA Solar.

Baofang destacou a participação da fabricante em oferecer soluções para este tipo de tecnologia. “A JA Solar está comprometida com o desenvolvimento e aplicação de produtos fotovoltaicos de alta eficiência e está disposta a fortalecer a cooperação com parceiros globais para explorar várias maneiras de promover desenvolvimento fotovoltaico e a utilização de energia, levando as fontes renováveis para mais pessoas”.

Imagem de Ericka Araújo
Ericka Araújo
Head de jornalismo do Canal Solar. Apresentadora do Papo Solar. Desde 2020, acompanha o mercado fotovoltaico. Possui experiência em produção de podcast, programas de entrevistas e elaboração de matérias jornalísticas. Em 2019, recebeu o Prêmio Jornalista Tropical 2019 pela SBMT e o Prêmio FEAC de Jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Relacionadas

Receba as últimas notícias

Assine nosso boletim informativo semanal