26 de maio de 2022
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 4.99GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 10,7W

Jinko premiará melhores projetos FV da América Latina e Itália de 2021

Interessados em participar do prêmio devem se inscrever até a próxima terça-feira (15)

Autor: 11 de fevereiro de 2022fevereiro 14th, 2022Mundo
Jinko premiará melhores projetos FV da América Latina e Itália de 2021

Poderão concorrer ao prêmio projetos com módulos da empresa a partir de um mínimo de 3 kW. Foto: Jinko

Notícia atualizada em 14 de fevereiro, às 15h30

Já pensou iniciar 2022 com um prêmio internacional? Essa é a proposta da fabricante Jinko Solar.

A companhia vai premiar projetos fotovoltaicos no segmento de GD (geração distribuída) desenvolvidos na América Latina e na Itália entre 1º de fevereiro e 31 de dezembro de 2021.

Poderão concorrer ao prêmio projetos com módulos da empresa a partir de um mínimo de 3 kW.

De acordo com a empresa, serão cinco categorias de projetos escolhidos: fotovoltaico comercial, fotovoltaico industrial, fotovoltaico residencial, fotovoltaico rural e projeto fotovoltaico de sustentabilidade/RSE. Os empreendimentos mais notáveis receberão o prêmio da categoria correspondente.

As inscrições vão até dia 22 de fevereiro por meio do site da empresa, por onde os projetos devem ser inseridos.

A Jinko Solar reunirá os melhores indicados e abrirá votação dos três melhores projetos em cada categoria até o dia 15 de março. Os projetos vencedores serão anunciados em uma cerimônia online no dia 1º de abril e receberão uma placa personalizada para o prêmio vencedor.

“Essa é a 1ª Edição do Prêmio Jinko Solar Awards que almeja destacar os projetos mais interessantes que crescem continuamente em todos os países”, explica Beatrice Galeotti, gerente de Marketing Latam e Itália. “Esperamos receber projetos interessantes, especialmente com evidências de melhoria ambiental”, finaliza a executiva.

Critérios de Avaliação

Para a escolha dos vencedores, a Jinko destaca que os projetos devem ser inscritos até dia 22 de fevereiro. Os empreendimentos devem estar de acordo com as normas de segurança vigente no Brasil e também será preciso que os participantes informem quais os benefícios foram empregados durante o projeto, além de explicar os retornos econômicos que o cliente teve ao adquirir um programa de energia limpa. 

Também será avaliado o formato da apresentação e sua descrição. Para mais informações sobre os critérios de avaliação clique aqui ou entre em contato com a empresa clicando aqui.

Jurados técnicos

A comissão técnica que irá avaliar os projetos esse ano contará com o apoio de especialistas da fabricante: Beatrice Galeotti, gerente de Marketing Latam e Itália; Francisco Vazquez, gerente de Serviços Técnicos Latam; Gustavo Silva, Gerente de Serviço Técnico Brasil e; Antônio Ruta, Chefe de Serviço Técnico Latam e Itália.

Marise Vieira

Marise Vieira

Jornalista formada pela Unis’Atanna (SP). Acompanha o setor elétrico brasileiro há mais de cinco anos. Atuou como assessora de imprensa na ABiogás, Itaipu e Enel. Faz especialização em Energia, Inovação e Sustentabilidade na Pontifícia Universidade Católica.

2 comentários

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.