4 de março de 2024
solar
No Brasil Hoje

Potencia GC SolarGC 12,2GW

No Brasil Hoje

Potencia GD SolarGD 26,9GW

Jinko Solar fecha acordo de fornecimento de polissilício

Empresa assina contrato de longo prazo com a Wacker para receber 70 mil toneladas

Autor: 18 de agosto de 2021agosto 24th, 2021Mundo
1 minutos de leitura
Jinko Solar fecha acordo de fornecimento de polissilício

A Jinko Solar anunciou, nesta terça-feira (17), que sua principal subsidiária operacional assinou um contrato de fornecimento de polissilício de longo prazo com a multinacional alemã Wacker Chemie AG.

O acordo prevê que a empresa química fornecerá, de suas unidades de produção na Alemanha e nos Estados Unidos, mais de 70 mil toneladas de setembro de 2021 a dezembro de 2026. O preço de compra será decidido com base no valor de mercado. 

“Ao obter mais de 70 mil toneladas de polissilício da Wacker, garantiremos a confiabilidade da fabricação de nossos produtos a partir de uma fonte de matéria-prima de alta qualidade, bem como o fornecimento estável de nossos equipamentos de alta eficiência aos nossos clientes globais”, disse Kangping Chen, CEO da Jinko.

“Com o rápido crescimento da demanda por nossas remessas, sempre buscamos o longo prazo e estamos trabalhando para estabelecer parcerias com os principais fornecedores de matéria-prima da indústria fotovoltaica”, ressaltou Chen.

De acordo com o executivo, isso garante que a empresa ofereça aos clientes um fornecimento constante de produtos mais eficientes e limpos e a promover o desenvolvimento e o avanço do setor solar. 

Mateus Badra

Mateus Badra

Jornalista graduado pela PUC-Campinas. Atuou como produtor, repórter e apresentador na TV Bandeirantes e no Metro Jornal. Acompanha o setor elétrico brasileiro desde 2020. Atualmente, é Analista de Comunicação Sênior do Canal Solar e possui experiência na cobertura de eventos internacionais.

Comentar

*Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Canal Solar.
É proibida a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes e direitos de terceiros.
O Canal Solar reserva-se o direito de vetar comentários preconceituosos, ofensivos, inadequados ou incompatíveis com os assuntos abordados nesta matéria.